SuperVia terá planejamento especial durante os Jogos Olímpicos

Com intervalos reduzidos à metade do habitual e 500 viagens extras, trens devem transportar mais de 2 milhões de pessoas

328
Foto: Reprodução

Os trens da SuperVia serão importante meio de transporte público durante os Jogos Rio 2016 uma vez que o sistema ferroviário conta com estações situadas em pontos estratégicos para os locais das competições. No dia 3/08 a concessionária iniciará o planejamento especial para os ramais Deodoro, Santa Cruz e Japeri. Além de serem os ramais por onde circularão os espectadores, concentram a maior parcela do público do dia a dia. Estima-se que cerca de 70% das pessoas que forem assistir às competições no Complexo de Deodoro e no Estádio Olímpico (Engenhão) utilizem os trens do Rio.

Nos dias úteis, a principal medida implementada pela concessionária é a operação com intervalos reduzidos além dos horários de pico. No ramal Deodoro, por exemplo, haverá redução de 4 minutos no intervalo entre os trens, ou seja, desde o início da operação até às 20h, o ramal funcionará com intervalo de 6 minutos. Já o ramal Santa Cruz terá intervalos de 8 minutos entre 8h e 20h, antes eram 16 minutos. O intervalo médio do ramal Japeri será mantido em 16 minutos e serão inseridas viagens extras, conforme demanda. Também haverá trens disponíveis ao público após o término da operação comercial partindo das estações próximas aos locais que estiverem acontecendo competições. As viagens serão feitas em trens com ar condicionado e composições formadas por oito carros de passageiros (capacidade para transportar 2.000 pessoas). Aos finais de semana e nos feriados, a concessionária acrescentará viagens à operação e, em 19 dias de competições, terão sido realizadas cerca de 500 partidas adicionais à programação regular.

A previsão da SuperVia é que no período dos Jogos sejam ofertados, diariamente, 3 milhões de lugares em cerca de 1.300 viagens. O fluxo de pessoas circulando no sistema ferroviário será monitorado em tempo real diretamente do Centro de Controle Operacional da concessionária para que novas partidas possam ser adicionadas à grade de acordo com o possível aumento da demanda de passageiros, além do que já está mapeado.

Para informar espectadores e passageiros habituais, a concessionária repaginou seu site e criou uma seção especial com toda a programação e dados de interesse sobre a participação da SuperVia no evento. O material conta com versão em inglês e também foi disponibilizado no aplicativo da empresa. Também haverá atendimento bilíngue no Balcão de Informações da Central, a partir do dia 5 de agosto, das 8h às 20h, todos os dias da semana, e pelo SuperVia Fone (0800 726 9494).

Estações que atenderão aos Jogos Olímpicos:

Central do Brasil

Ramal: TODOS

Atendimento/Orientação:
– Atenderá o público do Sambódromo
– Tem integração com metrô e é próxima de terminais rodoviários

Maracanã e São Cristóvão

Ramal: TODOS

Atendimento/Orientação:
– Atenderá o público dos estádios Maracanã e Maracanãzinho
– Cerimônia de abertura: preferencialmente embarque e desembarque na estação São Cristóvão

Olímpica de Engenho de Dentro

Ramal: Deodoro, Santa Cruz e Japeri

Atendimento/Orientação:
– Estádio Olímpico

Madureira

Ramal: Deodoro, Santa Cruz e Japeri

Atendimento/Orientação:
– Integração entre ramais e BRT Transcarioca

Deodoro

Ramal: Deodoro, Santa Cruz, Japeri e Belford Roxo

Atendimento/Orientação:
– Integração entre ramais

Ricardo de Albuquerque

Ramal: Japeri ·

Atendimento/Orientação:
– Atende ao público do Parque Radical
– Volta do público que for às competições no Estádio de Deodoro, Arena da Juventude, Centro Aquático, Centro Olímpico de Tiro, Centro Olímpico de Hóquei

Vila Militar

Ramal: Santa Cruz

Atendimento/Orientação:
– Integração com BRT Transolímpica
– Ida do público que for ao Estádio de Deodoro, Arena da Juventude, Centro Aquático, Centro Olímpico de Tiro, Centro Olímpico de Hóquei

Magalhães Bastos

Ramal: Santa Cruz

Atendimento/Orientação:
– Ida e volta do público do Centro Olímpico de Hipismo
– Integração com BRT Transolímpica

Reforço das equipes de atendimento ao público

A partir do dia 3/8 e durante todo o período dos Jogos, a SuperVia irá reforçar as equipes de atendimento ao público nas estações Central do Brasil, São Cristóvão, Maracanã, Olímpica de Engenho de Dentro, Madureira, Deodoro, Vila Militar, Magalhães Bastos e Ricardo de Albuquerque.

A concessionária contará com uma equipe de mais de 200 orientadores, entre contratados e voluntários, que irá atuar todos os dias nestas nove estações têm papel estratégico para o transporte dos torcedores por estarem próximas aos locais de competições e permitirem integração com outros modais. Os locais têm, ainda, placas informativas trilíngues (português, inglês e espanhol) e a equipe bilíngue estará identificada com a frase “I speak english. May I Help You?” para facilitar o contato com o público que necessitar de informações no idioma.

Já os trens têm comunicação visual com orientações em português e inglês e as composições dos modelos mais novos, dispõem, também, de painéis luminosos e áudio bilíngue. Folhetos informativos sobre o funcionamento dos trens durante os Jogos também estão sendo distribuídos aos passageiros e disponibilizado em hotéis da cidade.

Dias e horários com maior movimentação no sistema ferroviário

* Ida e volta de espectadores e força de trabalho (não considera passageiros habituais)

Treinamento das equipes de segurança

Mais de 700 pessoas, entre integrantes e funcionários terceirizados, receberam treinamentos com foco na percepção a ameaça terrorista e providências imediatas a serem adotadas em casos de adversidades. As aulas foram realizadas em parceria com órgãos e instituições de segurança, e também foram realizados seis simulados de ameaças externas no sistema ferroviário. Todas as atividades tiveram como objetivo a troca de experiências com foco em crises de segurança, como atos de terrorismo, e o aperfeiçoamento técnico dos policiais, treinamento de técnicas de retomada dos trens em situação de sequestro, resgate de reféns e neutralização da ameaça com uso de cães de ataque.

Durante o período dos jogos, militares do Exército estão reforçando o patrulhamento das principais estações da SuperVia. Conforme previsto no contrato de concessão, a segurança pública dentro do sistema ferroviário é de responsabilidade do Governo do Estado, que atua nas estações e trens por meio do Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer).

Deixe seu comentário