Estação Adolfo Pinheiro da Linha 5-Lilás

232
Foto: Metrô SP Noticiando

“Estava com muita pressa para ir ao médico e a Linha 5-Lilás estava reduzida por causa da chuva, quando cheguei na Estação Adolfo Pinheiro, saí em disparado de dentro do trem e quase me acidentei nesse isolamento da plataforma.”

A penúltima (e meia) estação inaugurada do Metrô, já começa a apresentar problemas de Engenharia Civil. O piso da plataforma 2 se dilatou e no início da semana passada e o Metrô de São Paulo isolou a área a fim de garantir a segurança do usuário.

Em fevereiro, a equipe do Metrô SP Noticiando indagou o Metrô, o fato da Estação Adolfo Pinheiro, que além de ter demorado mais de 3 três anos para ser entregue, foi entregue pela metade. Dias depois, a estação sofreu vandalismo em duas partes, uma nas regiões dos bloqueios (que até a presente hora permanece também como área isolada) e na plataforma (que houve a troca da porta de segurança da plataforma em menos de um mês). Levando esse fato de atraso na entrega de uma estação a qual entregaram a metade, dos vandalismos sofridos e agora com o piso da plataforma dilatando-se, na última quarta-feira (1), removeram a área de isolamento e cobriram o piso com tapumes.

O Metrô informa que uma pequena área do piso teve que ser trocada e que essa troca já foi concluída, já o vidro será substituído por outro, feito sob medida e já encomendado.

A equipe do Metrô SP Noticiando acompanhou de perto esses fatos, acompanhe nas imagens.

Estação Adolfo Pinheiro Estação Adolfo Pinheiro Estação Adolfo Pinheiro Estação Adolfo Pinheiro Estação Adolfo Pinheiro

Deixe seu comentário