Estudantes da FESP São Paulo participam de conversa sobre administração da cidade

Em comemoração aos 83 da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad conversou com mais de 200 alunos sobre os principais desafios da sua gestão

116
Foto: Heloísa Ballarini/Secom

O prefeito de São Paulo participou na noite desta terça-feira (24) de um diálogo promovido pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) em comemoração aos 83 anos da instituição. Com a presença de mais de 200 alunos, Fernando Haddad falou sobre os principais desafios que enfrentou durante a sua gestão e destacou a importância da participação social para a formulação de novas políticas públicas que integrem toda a sociedade.

“Nós temos que olhar para as particularidades com atenção para aquilo que é universal por trás dela. Certamente a gente vai encontrar no plano de fundo dessas perspectivas uma formulação que permita o encontro produtivo na cidade, capaz de enriquecer o nosso convívio”, afirmou o prefeito.

Durante o evento, Fernando Haddad destacou a importância do Plano Diretor Estratégico (PDE) e da Lei de Uso e Ocupação para o equilíbrio da capital e abordou os avanços que a cidade teve com a criação das faixas exclusivas para ônibus, redução da velocidade máxima e com o programa Transcidadania, que tem o objetivo de promover os direitos humanos e oferecer condições de recuperação e oportunidades de vida a travestis e transexuais em situação de vulnerabilidade social.

“A nossa instituição tem uma história interlaçada com a cidade de São Paulo. Foi uma das primeiras instituições que fez pesquisas sobre a capital. Nós estamos fazendo um esforço muito grande para que a cidade de São Paulo seja um conteúdo curricular nos nossos cursos de graduação e pós-graduação”, disse o cientista político e diretor acadêmico da FESPSP, Aldo Fornazieri.

Deixe seu comentário