Desafio Multimodal 2016

113

O Desafio Multimodal tem por objetivo estimular a intermodalidade na cidade. A proposta da Virada da Mobilidade 2016 é fazer com que o usuário experimente utilizar no mínimo 3 modais para chegar a um destino comum partindo das 4 zonas da cidade. Foram escolhidos os principais parques de cada uma das regiões (norte, sul, leste e oeste) como ponto de partida, e o destino será o Conjunto Nacional. De cada região partirão de 2 a 3 equipes, com um participante de mobilidade reduzida, para que possamos avaliar como está a acessibilidade na cidade (afinal um dos princípios da mobilidade urbana é o acesso universal). Cada competidor será acompanhado por uma equipe de filmagem que gravará as escolhas e dificuldades do percurso.

Este ano teremos participação mais que especial de pessoas com deficiência ou restrição de mobilidade.

Envolvidos: 50 participantes divididos em duplas

Modalidades disponíveis

– A pé – mínimo 100 metros e máximo até 1 km
– Táxi – máximo R$ 10,00 (com o aplicativo Easy)
– Metrô/Trem– Bilhete único
– Ônibus – Bilhete único
– Carona – máximo 4 km (com o aplicativo Caronetas)
– Bicicleta locada avulsa
– Bicicleta dobrável
– Skate (2 participantes)
– Patins (Um participante)

Roteiro

Dos 4 parques estaduais da cidade até o Conjunto Nacional (Avenida Paulista)

ZONA NORTE: Parque da Cantareira

ZONA LESTE: Parque Ecológico do Tietê

ZONA SUL: Parque Estadual Guarapiranga (O grupo sairá da Avenida Atlântica nº 1100)

ZONA OESTE: Parque Villa-Lobos

– Apenas 3 modalidades serão sorteadas de forma a serem obrigatórias no percurso do participante.
– Todos os participantes levarão consigo um smartphone com aplicativos de carona, táxi, Google e medidores de caloria instalados.
– As modalidades serão sorteadas na sexta feira dia 18 de setembro, em local a definir, e informadas aos participantes.
– Cada grupo será filmado por uma câmera portátil e ao final serão editados todos os vídeos e publicados no Youtube, de forma a ilustrar as experiencias de cada dupla nos trajetos
– Regras para definição da região com melhor mobilidade: distância x tempo, conforto, modais disponíveis, atividade no percurso, segurança dos usuários.

Deixe seu comentário