São Paulo entra em estado de atenção para enchentes

O Centro de Gerenciamento de Emergências, da Prefeitura de São Paulo, colocou em estado de atenção para alagamentos, na tarde desta sexta-feira (5), quatro regiões da Zona Leste da cidade, a Zona Sul e a Marginal Tietê. O Centro de Gerenciamento de Emergências encerrou a medida às 17h45 em toda a cidade, sem registrar pontos de alagamento. Em alguns locais, foram registrados ventos de 70 km/h.

Às 15h52, Cidade Tiradentes, Itaquera, São Mateus e Guaianases entraram em estado de atenção. Às 16h16, o centro estendeu a medida à Zona Sul e a Marginal Pinheiros.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências, às 16h30, chovia intensamente nos bairros de Cidade Ademar, Campo Grande, Pedreira, Jardim Ângela e Jardim São Luiz. No Jabaquara, na Zona Sul, e em Vila Prudente, na Zona Leste, houve queda de granizo.

Às 17h10, a chuva continuava forte nas zonas Oeste, Sudeste e Marginal Tietê. Na Zona Sul, chovia nos bairros de Santo Amaro, Campo Grande, Cidade Ademar, Campo Grande e Campo Belo.

Na Zona Leste, chovia moderadamente na Vila Prudente, Água Rasa, Vila Formosa, Sapopemba e São Lucas. Ainda segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências, houve registro de chuva, também, no Centro da capital paulista. Já nos municípios de São Bernardo do Campo e Santo André, na Grande São Paulo, chovia forte.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências, o estado de atenção é motivado pela chuva de forte intensidade que cai sobre parte da cidade de São Paulo. Ela é resultado do calor e da entrada da brisa do litoral, na capital paulista.

Previsão

O sábado (6) deve ser mais um dia típico de verão, com muito sol e temperaturas elevadas. Os termômetros oscilam entre a mínima de 21ºC e 31ºC. A partir do meio da tarde, as nuvens aumentam e ocorrem chuvas em forma de pancadas isoladas.

Deixe um comentário