Alagamento paralisa trecho das linhas 7-Rubi e 10-Turquesa da CPTM

1284
Alagamento na via na estação Mauá da Linha 10-Turquesa. (Imagem: Roseli Gabriel)

Na Linha 10-Turquesa, por causa de alagamento na via, a circulação dos trens ficou interrompida entre as estações Santo André e Rio Grande da Serra por volta das 15h00. Às 15h30 a circulação dos trens estava interrompida entre as estações Santo André e Guapituba. Ônibus da operação Paese estacionados em frente as estações Santo André e Guapituba auxiliaram os passageiros até por volta das 17h10, quando teve fim a interdição. Às 17h15 a linha seguia operando com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as estações Rio Grande da Serra.

Imagens da estação Mauá, linha 10-Turquesa (Registro feito por Bruno César)
Imagem da estação Mauá, linha 10-Turquesa (Registro feito por Bruno César)
Imagem da estação Mauá, linha 10-Turquesa (Registro feito por Bruno César)
Imagem da estação Mauá, linha 10-Turquesa (Registro feito por Bruno César)

Na estação Mauá, o usuário Renato Garcia relatou: “o trem parou na plataforma do meio, passagem alagada e passageiros pulando pra atravessar.”

Foto: Renato Garcia
Foto: Renato Garcia
Foto: Renato Garcia
Foto: Renato Garcia
Alagamento dos trilhos da estação Mauá da Linha 10-Turquesa na tarde desta segunda (15). Imagem: Jornal Repórter Diário
Alagamento dos trilhos da estação Mauá da Linha 10-Turquesa na tarde desta segunda (15). Imagem: Jornal Repórter Diário

Por volta de 21h05 a circulação dos trens entrou em processo de normalização na linha 10-Turquesa.

Linha 7-Rubi

Por volta das 17h45, dois pontos de alagamento na extensão da Linha 7-Rubi provocaram a parada dos trens no trecho entre as estações Francisco Morato e Jundiaí. O sistema Paese de ônibus foi acionado. Às 18h15, a paralisação estava em vigor entre as estações Francisco Morato e Campo Limpo Paulista.

A estação Francisco Morato estava lotada por volta de 18h40. O usuário Rodrigo que estava na estação relatou que os funcionários da estação estavam desinformados que havia alagamento no trecho da extensão da linha 7 e não orientavam que havia os ônibus da operação Paese.
A estação Francisco Morato estava lotada por volta de 18h40. O usuário Rodrigo que estava na estação relatou que os funcionários da estação estavam desinformados que havia alagamento no trecho da extensão da linha 7 e não orientavam que havia os ônibus da operação Paese.
O usuário Rodrigo registrou dois ônibus da operação Paese na frente da estação Francisco Morato pra atender o trecho entre as estações Francisco Morato e Campo Limpo Paulista.
O usuário Rodrigo registrou dois ônibus da operação Paese na frente da estação Francisco Morato pra atender o trecho entre as estações Francisco Morato e Campo Limpo Paulista.

Por volta de 19h15 a circulação dos trens foi restabelecida e os trens seguiam operando com velocidade reduzida e intervalos maiores entre as estações Francisco Morato e Jundiaí.

Imagem da estação Campo Limpo Paulista da Linha 7-Rubi por volta de 19h50.
Imagem da estação Campo Limpo Paulista da Linha 7-Rubi por volta de 19h50.

O usuário Rodrigo relatou: “Cheguei em Campo Limpo Paulista, vindo pelo Paese desde Francisco Morato. O segurança falou que só um trem tá fazendo a linha pra Jundiaí e que tá demorando muito e compensa pegar ônibus. Mas o ônibus é pago, não tem Paese nesse trecho.”

O usuário Danilo observou que houve depredação na estação Botujuru, usuários revoltados com a paralisação do trecho da linha 7: “Vandalizaram a estação de Botujuru, não tem trem pra lugar nenhum. Grades de acesso a plataforma foram quebradas, danificaram a catraca eletrônica quebrando os vidros dela, e tentaram invadir o lugar onde ficam os bilheteiros. Queriam que eles colocassem os trens pra rodar, foi bem feio.”

Por volta de 23h a circulação dos trens entrou em processo de normalização na linha 7-Rubi.

Deixe seu comentário