Apesar de recuo do prefeito Sebastião Almeida, servidores de Guarulhos mantém greve desta terça

Após uma reunião convocadas às pressas com os vereadores da base governista na Câmara Municipal, depois de perceber a grandeza do movimento promovido pelos servidores públicos municipais no primeiro dia de greve contra o projeto que muda o Regime Jurídico Único (RJU) da categoria, o prefeito Sebastião Almeida (PT) teve de recuar. Em nota oficial, informou que irá retirar o PL que muda a RJU.

Veja na íntegra:

“A Prefeitura de Guarulhos decidiu nesta segunda-feira (5) retirar o projeto de lei sobre o Regime Jurídico Único (RJU), que se encontra na Câmara Municipal para apreciação dos vereadores. O objetivo é esclarecer eventuais dúvidas junto aos servidores municipais.

Para manter o espírito democrático que sempre norteou esta administração, continuaremos mantendo contato com todos os setores do funcionalismo público no sentido de construir uma proposta de consenso e buscar, inclusive, o aperfeiçoamento do referido projeto.”

Apesar da nota oficial, o STAP (Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública) informa que a greve da categoria, deflagrada nesta segunda-feira, está mantida, conforme decicido em assembleia nesta tarde. A entidade avisa que as ações desta terça-feira estão mantidas, com concentração a partir das 8h na praça Getúlio Vargas e a partir das 13h na Câmara Municipal.

Leia também:

Greve dos servidores municipais de Guarulhos chega ao fim

Servidores municipais mantém greve e se reúnem no Centro de Guarulhos

* Com informações do portal Guarulhos Web

Deixe um comentário