Cordelistas levam poesia à Estação Brás da CPTM

223

A Estação Brás, que atende as linhas 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira da CPTM, receberá na próxima quarta-feira (05/08), das 18h às 19h, a apresentação “Alguns Segundos”, que integra o projeto “Poesia na Estação”. Uma dupla de cordelistas é o destaque da intervenção poética, que leva aos passageiros a cultura popular nordestina.

Os usuários que passarem próximo à linha de bloqueio da estação terão a oportunidade de ouvir “causos” e poesias no estilo do cordel, com temática diversificada. “Será uma honra e uma alegria levar a poesia nordestina aos ouvidos e corações dos usuários paulistanos”, destaca um dos poetas, Jefferson Messias.

Formando dupla com o pernambucano Carlos Galdino, os cordelistas levam a cultura nordestina aos usuários através da declamação de cordéis, proporcionando ao público um contato direto com a poesia popular.

O cordel, também conhecido no Brasil como “folheto”, é um gênero literário popular escrito de forma rimada, baseado em relatos orais. Suas origens remetem ao século XVI e é arte de destaque no nordeste do país. Os autores, chamados de cordelistas, recitam os versos de suas composições, de forma empolgada e cadenciada.

Sobre a dupla

O paulistano Jefferson Messias carrega as raízes da poesia nordestina em seu caminhar. O artista propaga a arte do cordel de modo inusitado, e criou uma nova modalidade para o gênero: o “Gibidel”, que mescla a arte nordestina com o gibi contemporâneo.

Carlos Galdino é pernambucano e enamorado da poesia desde a infância, com influências do rádio e do cordel. Amante de saraus e de eventos lítero-musicais, ministra oficinas de cultura popular e de literatura de cordel.

Serviço

Evento: “Alguns Segundos” – Projeto Poesia na Estação
Local: Estação Brás (Linhas 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira) – próximo às catracas.
Data e Horário: 05/08, quarta-feira, das 18h às 19h
Grátis

Deixe seu comentário