Dia chuvoso na Grande SP tem acidentes de moto com duas mortes

140

Sete acidentes graves de moto aconteceram na região da Grande São Paulo durante a manhã desta quinta-feira (28). Duas pessoas morreram, de acordo com o Corpo de Bombeiros. A chuva e o excesso de veículos podem ter contribuído para as ocorrências.

Um dos acidentes aconteceu na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, na esquina com a Rua Conselheiro Ramalho, na região central de São Paulo. Um motociclista teria tentado ultrapassar um ônibus, enquanto a moto que vinha atrás fazia a mesma manobra. Eles colidiram e um dos motociclistas caiu embaixo de um ônibus.

André Luiz Costa dos Anjos, de 35 anos, que trabalhava como motoboy, morreu no local. O motociclista que causou o acidente fugiu.

Outros seis acidentes com motos aconteceram das 5h às 12h. No trecho oeste do Rodoanel Mário Covas um motociclista bateu contra um caminhão e morreu.

Os demais incidentes deixaram cinco feridos. Na capital, colisões ocorreram na Rodovia Anhanguera e nas Avenida Rio das Pedras, Brigadeiro Faria Lima e Giovanni Gronchi. Em Santo André, outra batida aconteceu na Avenida Eduardo Prado.

O diretor da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), Dirceu Rodrigues Alves Júnior, afirma que sete em cada dez motociclistas já sofreram algum tipo de acidente.

Ele diz ainda que a chuva que potencializa o risco, deixando as pistas escorregadias e afetando a visibilidade. Além disso, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), em dias chuvosos a média de veículos nas ruas aumenta 20%, tornando o tráfego mais intenso.

Fonte: G1 SP

Deixe seu comentário