Geraldo Alckmin pede agilidade na liberação de recursos federais para obras de mobilidade

111
Foto: A2 Fotografia/Paulo Negreiros

Pedidos são referentes à extensão da Linha 9-Esmeralda, implantação da Linha 13-Jade e modernização de 18 estações.

O governador Geraldo Alckmin entregou nesta segunda-feira, 10, em Brasília, à presidente Dilma Rousseff, uma série de reivindicações para dar continuidade à expansão e qualificação da rede paulista do transporte sobre trilhos. Alckmin pediu ainda que a União autorize o governo estadual a usar faixas de domínio federal para que o Estado dê andamento ao projeto do trem intercidades.

“Temos o decreto do governo federal para três obras de mobilidade em São Paulo. O trem que vai de São Paulo para Guarulhos, a nova Linha 13 da CPTM, o trem que vai para Varginha, na capital, Linha 9 da CPTM e reforma de estações, ampliação e acessibilidade”.

Linha 9-Esmeralda

Entre as reivindicações então a extensão da Linha 9-Esmeralda, no trecho Grajaú e Varginha, que encontra-se em andamento, tendo o Governo do Estado de São Paulo já comprometido, até agosto, R$ 129,6 milhões em desapropriações. Devido a não assinatura do respectivo Termo de Compromisso, foi necessária a liberação de mais R$ 30 milhões por parte do Estado para dar continuidade ao projeto, o que representa mais de 100% do aporte inicialmente previsto a título de contrapartida. O aporte federal nesta obra é de R$ 500 milhões.

Linha 13-Jade

Alckmin também pediu agilidade para liberações de recursos para a implantação da Linha 13-Jade (o trem de Guarulhos), no valor de R$ 250 milhões. As obras para a implantação da linha foram iniciadas em outubro de 2013 e continuam em pleno andamento. Os recursos a serem liberados pelo OGU referem-se a investimentos para aquisição dos sistemas de sinalização e telecomunicações.

Reforma e modernização

Por fim, foi solicitado à presidente Dilma a liberação de R$ 590 milhões para a reforma e modernização de 18 estações da CPTM e implantação de terminal em Franco da Rocha. O repasse desse recurso é importante para o prosseguimento dos processos licitatórios, já que está pendente a homologação das licitações de quatro estações, bem como a continuidade dos demais certames.

Informações: Portal do Governo do Estado

 

Deixe seu comentário