Investimento em infraestrutura no Brasil cresce, mas ainda está abaixo do necessário, aponta estudo

O investimento em infraestrutura no Brasil representou 1,79% do PIB em 2023, equivalente a R$ 200 bilhões, segundo um estudo da consultoria financeira InterB, publicado no final de janeiro. Para 2024, o percentual previsto é de 1,87%. No entanto, o levantamento destaca que, para modernizar a infraestrutura do país, seriam necessários investimentos anuais de aproximadamente R$ 400 bilhões, cerca de 4% do PIB.

Fernanda Braga, gerente administrativa da Associação de Profissionais de Agrimensura e Topografia (APAT), ressalta a importância de aumentar continuamente esses investimentos para promover o desenvolvimento do Brasil. “Entre 2023 e este ano, já é possível observar uma elevação, especialmente por conta do lançamento do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). No entanto, ainda é necessário que o poder público e a iniciativa privada façam aportes mais significativos para solucionar gargalos de infraestrutura no país”, afirma.

Além dos investimentos em obras estruturais, mobilidade urbana e outros projetos, Fernanda destaca a necessidade de focar na implementação de novas tecnologias e na formação e capacitação de engenheiros, topógrafos e outros profissionais do setor de geotecnologia. “Somos um país com um relevo bastante acidentado, que necessita de equipamentos cada vez mais modernos para tornar o trabalho mais ágil e preciso. Por isso, é essencial que programas como o PAC contemplem os recursos necessários para a atuação desses profissionais”, comenta.

Deixe um comentário