17.8 C
São Paulo
terça-feira, maio 21, 2024

Obras de recapeamento no Sistema Anhanguera-Bandeirantes iniciam nesta quinta-feira

A partir das 22h desta quinta-feira, 2 de maio, terão início as obras de recapeamento nas rodovias que compõem o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, sob a concessão da CCR AutoBAn.

De acordo com a concessionária, o recapeamento abrangerá todas as faixas dos 159 quilômetros de extensão da rodovia dos Bandeirantes (SP-348), bem como os 147 quilômetros da Anhanguera (SP-330). Além disso, serão realizados trabalhos em sete quilômetros na rodovia Adalberto Panzan (SPI-102/330), em Campinas, e em um trecho de dois quilômetros da rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), em Jundiaí.

O projeto contempla a recuperação de aproximadamente 2.100 quilômetros de faixas de rolamento e acostamento dessas rodovias, incluindo pontes e acessos. Isso afetará diretamente a viagem dos cerca de 850 mil veículos que transitam diariamente pelo sistema viário, principalmente entre a capital e Campinas.

Para garantir a eficiência das obras, está previsto o trabalho de até 13 frentes simultâneas, em faixas de até 500 metros, visando concluir todo o projeto dentro do prazo de dois anos. A maior parte das operações ocorrerá durante o período noturno, das 21h às 5h, embora o trecho da rodovia dos Bandeirantes após Campinas, com menor tráfego, possa ter trabalhos também durante o dia.

Na primeira fase, que se estenderá até o dia 10 de maio, as obras serão realizadas em diversos trechos das rodovias, com a previsão de fechamento de uma ou duas faixas.

O recapeamento do Sistema Anhanguera-Bandeirantes integra o programa de investimento de R$ 4,5 bilhões planejado para 2024 pela CCR Rodovias em suas concessões em todo o país, totalizando 3.615 km em cinco estados.

Para custear esse projeto, a concessionária utiliza a receita proveniente dos pedágios de suas rodovias. No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, há oito praças de pedágio, cujas tarifas variam de R$ 8,20 a R$ 12,40, conforme a região. Em 2023, a receita bruta da CCR AutoBAn foi de R$ 3,306 bilhões.

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Igor Roberto
    Igor Robertohttps://noticiando.net/
    Paulistano, empreendedor e pai. Formado em gestão pública e graduando em Direito. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana e o transporte público. É o redator de conteúdo dos sites de mobilidade do Grupo PLN. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@grupopln.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    ESCREVA SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    SIGA-NOS

    6,317SeguidoresSeguir
    28,236SeguidoresSeguir
    439InscritosInscrever
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS