Rodovias das regiões de Ribeirão Preto e Franca têm redução de 29,4% em ocorrências com mortes

A Arteris ViaPaulista registrou redução de 29,4% no número de vítimas fatais no trecho administrado pela empresa, considerando as regiões de Ribeirão Preto e Franca, na comparação entre 2022 (34) e 2023 (24), respectivamente.

O levantamento realizado pela concessionária considerou as estatísticas dos acidentes listados na rodovia Anhanguera (SP-330), de Ribeirão Preto até Santa Rita do Passa Quatro, e na região de Franca, o que inclui a rodovia Cândido Portinari (SP-334) e a rodovia Engenheiro Ronan Rocha (SP-345), no trecho das cidades de Batatais, Brodowski, Jardinópolis, Restinga, Itirapuã e Patrocínio Paulista. Foram consideradas também onze SPAs do trecho – vias de acesso que ligam esses municípios às rodovias principais citadas.

A redução de acidentes que terminam em mortes reflete o investimento da empresa em responsabilidade social e em segurança viária, com as campanhas de conscientização e abordagem aos usuários de rodovia, de pedestres a caminhoneiros.

Somente em 2023, a ViaPaulista realizou 180 campanhas em diferentes municípios, alcançando um total de 9.957 usuários. Todas as iniciativas contaram com a participação e apoio da Polícia Militar Rodoviária.

Entre as ações desenvolvidas estão as campanhas com foco no uso do cinto de segurança, como a “Tô de Cinto, Tô Seguro”, a Viva Motociclista, pela qual motociclistas são abordados e orientados, com o uso de folhetos e distribuição de antenas corta-cerol, Viva Pedestre e Viva Ciclista, visando a segurança dos usuários mais vulneráveis e o Acorda Motorista, cujo foco é sensibilizar os caminhoneiros sobre a importância do sono.

“Todas essas ações fazem a diferença e integram um conjunto de investimento realizado pela ViaPaulista. É o nosso contato direto com os usuários e a cada abordagem nós conseguimos entender ainda mais o dia a dia da Operação e divulgar o nosso trabalho também”, afirma Ana Caetano, gerente de Operações.

Levantamento

Dentro da redução de 29,4% indicada pelo levantamento, na comparação de 2023 e 2023, mortes em ocorrências com pedestres tiveram redução de 50%, em acidentes de colisões frontais 86% e em colisões traseiras, 44%.

Os trechos urbanos da rodovia Anhanguera, em Ribeirão Preto, e na Cândido Portinari, em Franca, concentram um volume diário médio (VDM) alto, com grande predominância de motos. A empesa também constatou uma redução de 41% em acidentes com vítimas fatais envolvendo motociclistas nos trechos mencionados.

Iniciativas

Além do pilar de segurança viária voltado às ações de conscientização, a ViaPaulista implantou em 2023 uma sinalização de advertência na rodovia Anhanguera, no perímetro urbano de Ribeirão Preto, com indicação de tráfego lento. Cinco placas com luminosos amarelos são acionadas remotamente, sempre que operadores do Centro de Controle Operacional (CCO) verificam que o tráfego está lento, colaborando para a redução das colisões traseiras e chamando a atenção dos motoristas para a necessidade de reduzir a velocidade.

Operacionalmente, o trecho sob gestão da empresa também recebe investimento em pavimentação, com ciclos de conservação que restauram o pavimento e melhoram a trafegabilidade e segurança de usuários. Viaturas de inspeção de tráfego percorrem as rodovias e são posicionadas em pontos estratégicos e o Centro de Controle Operacional monitora a movimentação das estradas, 24 horas por dia, acionando recursos e no apoio aos motoristas que necessitam de auxílio.

Na região de Franca, em 2023 a concessionária implantou oito radares a fim de conscientizar e coibir o excesso de velocidade por parte dos motoristas e, assim, colaborar para a redução de acidentes e mortes.

Além dessas melhorias realizadas para adequação dos radares, foram implantadas placas informativas para atendimento ao usuário da ViaPaulista, balizadores e linhas de estímulo à redução de velocidade e melhorias na sinalização.