Governo de SP envia comitiva para China e Emirados Árabes para apresentar Trem Intercidades

O governo de São Paulo enviou uma comitiva para a China e Emirados Árabes para apresentar o projeto do Trem Intercidades e da Linha 7-Rubi da CPTM.

O leilão está marcado para daqui a um mês e a equipe chefiada pelo vice-governador, Felicio Ramuth terá a missão de atrair potenciais investidores para a obra.

“O portfólio apresentado por Felicio contempla diversas iniciativas, com destaque para o Trem Intercidades Eixo Norte, que vai ligar a capital paulista a Campinas. Conforme o edital, o investimento previsto é de R$ 13,5 bilhões”, confirmou o governo.

O leilão do Trem Intercidades e da Linha 7-Rubi está marcado para 29 de fevereiro, quando também se encerra o prazo para a apresentação de propostas de grupos nacionais e internacionais.

Parte da verba investida no projeto sairá de um aporte financeiro de R$ 10 bilhões do governo federal ao estado, por meio do novo PAC (Programa de Aceleração de Crescimento), com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Trem Intercidades, Trem Intermetropolitano e Linha 7-Rubi

O Trem Intercidades vai ligar São Paulo até Campinas no tempo previsto de 1 hora e 4 minutos. A proposta é que as viagens do serviço expresso tenham intervalos de 15 minutos nos horários de pico.

O valor estimado da tarifa do serviço expresso, definido a partir de pesquisas sobre potencial e demanda, é de R$ 64, mas a empresa vencedora da concorrência pode oferecer um valor inferior ao teto, caso queira.

O Trem Intermetropolitano terá viagens entre Jundiaí e Campinas, realizando paradas em Louveira, Vinhedo e Valinhos.

Já a Linha 7-Rubi será encurtada na Estação Palmeiras-Barra Funda e vai operar até Jundiaí. Com isso, não vai mais existir o Serviço 710, com ligação direta entre Jundiaí e Rio Grande da Serra.

O valor da tarifa da Linha 7-Rubi e do Trem Intermetropolitano será o mesmo praticado nas demais linhas do sistema metroferroviário, que hoje, em 2024, é de R$ 5.