Campinas ganha mais um posto para abastecimento de carros elétricos

Campinas passa a contar com mais um eletroposto para abastecimento de carros elétricos a partir desta sexta-feira, 20 de outubro, instalado no estacionamento da loja de materiais esportivos Decathlon, na rodovia Dom Pedro I, altura do bairro Notre Dame. A apresentação da novidade fez parte do encontro “CPFL de Mobilidade Elétrica”, promovido para debater políticas públicas que aumentem a utilização desse tipo de energia nos meios de transporte.

A programação do evento ao longo de toda a manhã contou com dois painéis sobre o tema em que foram compartilhados estudos, novas tecnologias e tendências. O prefeito de Campinas, Dário Saadi, participou do painel “Políticas Públicas para Fomentar a Mobilidade Elétrica”, e um dos principais assuntos foi a eletrificação da frota de ônibus do transporte público.

Em sua fala, o Dário Saadi defendeu a implantação de um sistema único de transporte público com participação do governo federal e do estado no financiamento do subsídio. “O ônibus elétrico é fundamental para a qualidade de vida, para a redução da emissão de CO2, e Campinas está dentro dessa proposta. Mas, hoje, com o custo da tarifa e do subsídio só a cargo das prefeituras, fica difícil fazer a transição energética. Por isso, precisamos discutir um sistema único de transporte público e o financiamento do setor”, pontuou o prefeito.

Já o presidente da CPFL Energia, Gustavo Estrella, destacou em sua fala um outro desafio: o ganho de escala na produção e comércio de veículos elétricos que, segundo ele, é uma realidade no mundo inteiro. “Os projetos estão ganhando produtividade, os veículos estão performando cada vez melhor e a frota está crescendo, mas ainda temos o desafio do ganho de escala e proporcionar mais pontos de recarga com maior rapidez”, explicou Estrella.

A secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação de Campinas, Adriana Flosi, também participou do evento.

Números

O novo eletroposto de Campinas é movido a energia solar e possui duas bombas para recarga. O abastecimento terá um custo inicial de R$ 2 por kWh para o consumidor. Uma carga completa na bateria custa, em média, R$ 100 para rodar 400 KM. Este é o quinto eletroposto da CPFL em funcionamento em Campinas.

Segundo a CPFL, o Brasil possui atualmente cerca de 200 mil veículos elétricos com quatro mil eletropostos (pontos de recarga).