Brasol cria novo modelo de negócio para o mercado de eletromobilidade com carregadores Siemens para veículos elétricos

A Siemens, líder em tecnologia, e a Brasol, empresa do grupo Siemens especializada em soluções de energia distribuída no modelo de serviço, criaram um modelo de negócio inovador para o mercado de eletromobilidade. Trata-se de um serviço customizado de carregamento para veículos elétricos e geração de energia solar limpa na modalidade “Charging as a Service” (CaaS). Com ele, o cliente do setor industrial ou comercial fica isento da compra e do gerenciamento dos equipamentos da Siemens, que ficam sob a responsabilidade da Brasol durante o período de contratação.

Os carregadores de alta potência têm a capacidade de alimentar veículos leves, caminhões e frotas de ônibus com potências de 30 kW a 300kW, de acordo com a sua configuração. Podem ainda recarregar múltiplos veículos sequencialmente com o fornecimento de equipamentos que se adaptam à estrutura, oferecendo inclusive todo o ajuste do sistema elétrico do local para permitir uma recarga segura e eficiente dos veículos.

Além dos carregadores, a Siemens oferece um software para que as garagens eletrificadas sejam eficientes, com uma boa gestão de funcionamento e custo. O pacote de software DepotFinity oferece carregamento inteligente, evitando picos de potência acima da capacidade máxima e faz parte da solução que integra o novo modelo de negócio lançado.

A modalidade “Charging as a Service” é uma solução que contempla infraestrutura, instalação dos carregadores, fornecimento de energia limpa, operação e manutenção dos equipamentos durante o prazo contratual. “Por se tratar de um mercado em expansão e atrelado a uma decisão estratégica de investimento, o modelo de negócio Charging as a Service se configura como uma excelente opção de investimento e o produto fica com o cliente ao final do contrato”, diz Paulo Antunes, responsável pela área de Mobilidade Elétrica da Smart Infrastructure da Siemens.

VW
Contrato contempla infraestrutura, instalação dos carregadores, fornecimento de energia limpa, operação e manutenção dos equipamentos durante o prazo contratual – Foto: Divulgação/VWCO

Modelos de contrato

A Brasol disponibiliza a infraestrutura que irá receber os carregadores da Siemens em contratos que podem durar cinco, sete ou dez anos. “O cliente paga um aluguel para uso das soluções e provê a energia limpa de placas fotovoltaicas que alimentará os carregadores. Estamos viabilizando o tema da mobilidade elétrica favorecendo a transição energética com sustentabilidade”, diz Ty Eldrige, CEO e fundador da Brasol. 

A inovação que a Siemens e a Brasol estão provocando no mercado chega em um momento de transformação e expansão do cenário da mobilidade, em que os clientes cada vez mais procuram gerar menos impacto, as energias renováveis estão sendo cada vez mais valorizadas, a demanda por melhor qualidade de energia cresce e busca-se diminuir as emissões de carbono. Segundo dados da ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico), as vendas deste tipo de veículo aumentaram 43% em 2022. 

Sobre a Smart Infrastructure

Siemens Smart Infrastructure (SI) está definindo o mercado de infraestrutura inteligente e adaptável de hoje e do futuro. A companhia está focada em atender aos desafios urgentes da urbanização e das mudanças climáticas, com a conexão de sistemas de energia, edifícios e indústrias. A SI cria ambientes que colaboram com o planeta e o bem-estar das pessoas, oferecendo aos clientes um portfólio completo de produtos, sistemas, soluções e serviços integrados, que envolvem desde a geração de energia até o consumo. Com um ecossistema cada vez mais digitalizado, contribui para o progresso de clientes, parceiros e de toda a sociedade. A sede global da Siemens Smart Infrastructure está localizada em Zug, na Suíça, e a empresa possui cerca de 70 mil funcionários em todo o mundo.

No Brasil, a Siemens iniciou suas primeiras atividades em 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1905, ocorria a fundação da empresa no País. Ao longo de sua história no Brasil, a Siemens contribuiu ativamente para a construção e para a modernização da infraestrutura. O Grupo Siemens é formado pela Siemens (Infraestrutura e Indústria), pela Siemens Healthineers e pela Siemens Mobility. Atualmente, o Grupo Siemens conta com quatro fábricas, cinco centros de Pesquisa e Desenvolvimento e cinco Centros de Distribuição espalhados por todo o território nacional. Para mais informações acesse o site da Siemens.

Sobre a Brasol

Especializada em soluções de transição energética no modelo de serviço, faz parte do grupo Siemens. Com a trajetória de mais de US$ 1 bi de investimento em 14 países, a empresa oferece as melhores práticas globais em soluções de energia solar, subestações, carregamento de EV, além de outras soluções. Aliada ao expertise da Siemens, a missão da Brasol é atender o portifólio energético completo do cliente e todas as suas necessidades, permitindo que ele foque no seu core business. Mais informações aqui