Prefeitura de Campinas entrega Ciclovia Nova Campinas – Flamboyant

25
Foto: Divulgação/EMDEC

A Prefeitura de Campinas entregou na manhã desta sexta-feira, dia 22 de julho, a Ciclovia Nova Campinas – Flamboyant. Com 6,9 km de extensão, a nova ciclovia, que também tem trechos de ciclofaixa segregada, parte do acesso do Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim (Portão 2) e da Rua Ernani Pereira Lopes, com trajeto pelas vias Manoel Afonso Ferreira, Doutor Jesuíno Marcondes Machado, José Bonifácio e Mogi Guaçu. A entrega é mais uma ação dentro das comemorações do aniversário de 248 anos do município.

Para marcar a data, o prefeito Dário Saadi gravou um vídeo na nova ciclovia. No local, estiveram presentes o presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Vinícius Riverete; e os vereadores José Carlos Silva, presidente da Câmara; Otto Alejandro Rigazzo Ettinger, presidente da Comissão de Mobilidade Urbana e Planejamento Viário; Luiz Carlos Rossini e Nelson Hossri Neto.

“Esse é mais um presente no mês de aniversário da cidade. A nova ciclovia está em uma área importante; dá acesso aos comércios da região e ao Parque Ecológico. É o estímulo a um modal de mobilidade urbana. Porque o ciclismo é esporte, é lazer, entretenimento; mas, também, é mobilidade urbana. Novas ciclovias e ciclofaixas dão segurança aos ciclistas e estimulam o uso da bicicleta como meio de transporte”, enfatizou o prefeito Dário.

Foto: Divulgação/EMDEC

Campinas atinge 87,9 km de rotas cicloviárias (ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas e calçadas compartilhadas) existentes. Em 2022, além desta nova ciclovia, foram entregues 2,7 km de ciclofaixas: uma no Jardim Aurélia, em fevereiro, com 1 km de extensão, implantada ao longo da Avenida Império do Sol Nascente; e outra no Jardim Florence, em abril, com 1,7 km, na Avenida Nelson Ferreira de Souza. Ambas integram o projeto de interligação de rotas cicloviárias no entorno da Avenida John Boyd Dunlop. Também foi entregue a revitalização da Ciclovia San Martin, em maio, com 1,3 km de extensão.

“Atualmente, estamos com obras de implantação de ciclovia na Vila União. Estamos avançando e pretendemos chegar em 100 km de ciclovias em breve”, revelou Vinícius Riverete.

Nova Campinas – Flamboyant

As obras para a implantação da Ciclovia Nova Campinas – Flamboyant começaram em outubro de 2021. O traçado da ciclovia foi definido de forma a causar o menor impacto viário possível; e atender pontos de interesse importantes, proporcionando segurança para os ciclistas. Os investimentos foram da ordem de R$ 2,4 milhões.

A ciclovia atende vários pontos de interesse, como o Parque Ecológico; pontos comerciais na região da Avenida Doutor Moraes Salles, nas proximidades com o Ventura Mall e o Colégio Sagrado Coração de Jesus; além de pontos comerciais e adensamentos residenciais das avenidas Jesuíno Marcondes Machado e Doutor José Bonifácio.

Atende aos bairros Parque Nova Campinas, Nova Campinas, Jardim Paranapanema, Jardim Paraíso, Jardim São Fernando, Jardim Guarani, Chácara da Barra, Jardim Planalto, Vila Nova Campinas, Jardim Carlos Gomes, Jardim Presidente Wenceslau, Jardim Pinheiros, Jardim das Paineiras, Jardim Lúmen Christi, Vila Brandina, Jardim Alto da Barra, Parque Brasília, Jardim Boa Esperança, Jardim Novo Flamboyant e Jardim Flamboyant.

Foto: Divulgação/EMDEC

Também proporciona ligação com pontos de ônibus do sistema de transporte público coletivo municipal. No traçado são 16 linhas. São elas: 125; 211; 249; 260; 338; 362; 364; 381; 383; 385; 390; 391; 392; 395; 396; e 397.

A Ciclovia Nova Campinas – Flamboyant também integra diretrizes de rotas cicloviárias previstas para o Parque Linear do Córrego Oriente; e ao longo da Rua Ernani Pereira Lopes.

Ao longo da ciclovia há paraciclos instalados em pontos estratégicos.

No ano passado (2021), primeiro ano de governo do prefeito Dário Saadi, no primeiro semestre, foram entregues três trechos cicloviários: Campos Elíseos – Vila Aeroporto (2,3 km); Pirelli Sirius (2,7 km); e Amarais (6,9 km). Totalizando 11,9 km.

Ciclovia Campinas
Foto: Divulgação/EMDEC

Deixe seu comentário