TCU dá aval para renovação com a MRS e abre caminho para o Trem Intercidades

O Tribunal de Contas da União (TCU) deu aval para a renovação antecipada da concessão da MRS Logística por mais 30 anos. A renovação abre caminho para viabilizar a segregação entre as composições de carga e de passageiros, para a implantação do Trem Intercidades.

A MRS Logística atua nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. A renovação antecipada da concessão terá validade até o ano de 2056. R$ 9,5 bilhões devem ser investidos em melhorias na malha.

O Trem Intercidades é uma promessa antiga do Governo de São Paulo. O projeto prevê a ligação por trilhos entre São Paulo e Campinas.

A CPTM espera conceder o serviço do Trem Intercidades em conjunto com a Linha 7-Rubi. O pacote envolve os serviço do Trem Expresso (São Paulo-Campinas), o metropolitano (Barra Funda-Jundiaí) e o intermetropolitano, com parada nas estações Valinhos, Vinhedo e Louveira, rumo à Campinas.

Se a CPTM conceder apenas a linha 7, o atual Serviço 710, que é um junção das linhas 7 e 10, deve deixar de existir.