Edinho Araújo assina ordem de serviço para reforma da Rodoviária de Rio Preto

Terminal Laudo Natel receberá investimento de aproximadamente R$ 16,9 milhões

56
Rio Preto Ônibus
Foto: Vinícius Santos de Oliveira

O prefeito Edinho Araújo assinou nesta quinta-feira, 2 de junho de 2022, a ordem de serviço para reforma e readequação do Terminal Rodoviário Laudo Natel – a Rodoviária de Rio Preto. O investimento total previsto será de R$ 16.886.731,03. A expectativa é de que a obra seja concluída em março de 2023.

Dentre os diversos serviços a ser executados, destacam-se a reconstrução do Shopping Azul (com nova cobertura metálica e adequação dos espaços de atendimento ao público); readequação da acessibilidade; instalação de novos elevadores de passageiros; reforma dos sanitários e banheiros; além de novas instalações elétrica e hidráulica.

Uma novidade será a construção de salas Vip para receber os passageiros das viações que atuam em Rio Preto. Esses espaços serão construídos no mesmo nível das plataformas de embarque e desembarque, onde atualmente existe o corredor de entrada dos ônibus. “Os ônibus passarão a entrar e sair pela parte da frente das plataformas, o que nos permitirá dar mais conforto aos usuários com as novas salas de espera”, afirmou o secretário de Obras Israel Cestari.

A apresentação do projeto ocorreu na manhã desta quinta, no gabinete do prefeito. “Estou muito feliz de poder assinar essa ordem de serviço, que vai entregar a Rio Preto uma estação rodoviária adequada e aprazível à altura do que nossa população espera. Será nosso cartão de visita para aqueles que chegam à cidade”, comentou o prefeito.

Também será realizada intervenção de engenharia para ampliar a drenagem da água da chuva na Rua Pedro Amaral. “Isso vai eliminar um problema antigo daquela região, que afeta a Praça Paul Harris nos dias de chuvas intensas”, explicou Cestari.

Assinatura Rio
Foto: Prefeitura de Rio Preto/Divulgação

A troca das anilhas de águas pluviais na Pedro Amaral deverá provocar interdições pontuais ao longo dos próximos meses. “Os desvios no trânsito serão sempre de, no máximo, um quarteirão. Nosso objetivo é diminuir o máximo possível os impactos negativos para os motoristas e os comerciantes daquela região. À medida que um quarteirão for concluído, a obra avança para o seguinte. O transtorno momentâneo vai resultar em uma benfeitoria duradoura”, afirmou o secretário de Trânsito, Transportes e Segurança Amaury Hernandes.

Hernandes explicou ainda que, com a reforma, será possível ampliar os espaços de parada rápida da Rua Pedro Amaral. “São essas vagas que poderão ser regularmente usadas pela população em geral e pelos motoristas de aplicativo, atendendo o que prevê a legislação nacional de trânsito”.

Shopping Azul

O projeto de reforma prevê a construção de uma nova cobertura para a rodoviária, que será metálica e com desenho que permite aproveitamento maior da luz e do vento. “Essa configuração, mais sustentável, permitirá economia de energia elétrica, pois será naturalmente mais iluminada e ventilada”, disse o secretário de Obras.

Com a nova cobertura, serão realocados os comerciantes do Shopping Azul, que atualmente recebem o público consumidor em estruturas montadas na praça Leonardo Gomes – na Rua Bernardino de Campos, em frente à entrada principal do Terminal Urbano.

Serão 164 boxes para comércio e serviços populares e oito na nova praça de alimentação.

Estacionamento

Problema crônico da região da rodoviária, a falta de vagas para estacionar próximo às plataformas também será equalizada com a reforma. O antigo terminal urbano – que funciona temporariamente como rodoviária – terá, após a reforma, um estacionamento público com capacidade para 80 veículos pelo menos.

“A pista central, que atualmente é utilizada pelos ônibus, servirá para os usuários dos três terminais [rodoviário, urbano e suburbano] estacionarem seus veículos”, afirmou Rodrigo Juliano, diretor da Empresa Municipal de Urbanismo (Emurb) – empresa pública responsável pela administração dos terminais.

Após a conclusão da reforma, o terminal utilizado atualmente como rodoviária receberá apenas viagens suburbanas – para destinos que ficam a 100 quilômetros de distância no máximo.

Deixe seu comentário