SUHAI Seguradora dá cinco dicas durante o Maio Amarelo em prol de segurança no trânsito

Companhia promove campanha e apoia outras iniciativas voltadas à conscientização de um trânsito mais seguro e responsável

92
Foto de luigi alvarez por Pexels.com

A SUHAI Seguradora está engajada na campanha do movimento Maio Amarelo visando a conscientização dos motoristas em prol de um trânsito mais seguro e mais responsável nas ruas, avenidas e estradas de todo o País.

Além de reforçar a divulgação de um movimento nacional de conscientização de que a prevenção de acidentes salva vidas, a seguradora criou uma campanha que dura todo o mês de maio e apoiar outras iniciativas de mesmo mote, a seguradora também criou uma lista de cinco atitudes no dia a dia que os motoristas e condutores podem adotar e que tornarão a experiência nos veículos muito mais prazerosas e seguras para todos, seja no caminho do trabalho, em uma viagem, levando os filhos para a escola ou em atividades corriqueiras do cotidiano.

  1. Utilizar sempre o cinto de segurança. Item obrigatório tanto para o motorista quanto para o carona e os passageiros do banco de trás. Vale destacar que o artigo 167 do Código de Trânsito Brasileiro estabelece que deixar de usar o cinto de segurança é uma infração grave. A penalidade é uma multa no valor de R$ 195,23 e são implicados cinco pontos na CNH do condutor. Segundo dados do Hospital Brasília, 30% das vítimas de acidentes atendidas no hospital estavam sentadas no banco de trás sem usar cinto de segurança;
  2. Não utilizar o celular enquanto dirige. De acordo com pesquisas realizadas pela Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), o uso de celular enquanto se dirige é responsável, em média, por 57% dos acidentes de trânsito na faixa etária de 20 aos 39 anos. A infração é gravíssima, com multa no valor de R$ 293,47 e sete pontos na CNH. Além do que, o uso constante do aparelho no carro também é um motivo crescente de assaltos no trânsito;
  3. Cuidado com pedestres e ciclistas. Que o uso de transportes alternativos cresceu muito nos últimos 10 anos não é novidade para ninguém. São modais de transporte que aliviam o trânsito, conectam as pessoas com o entorno e são as maneiras mais sustentáveis de se locomover pelas cidades. Mas esse crescimento também se refletiu no número de acidentes. De acordo com a Abramet os acidentes envolvendo ciclistas aumentaram 30% em 2021, tendo São Paulo como a campeã em número de casos;
  4. Não dirigir sob efeitos de qualquer substância. Não importa se é um remédio para algum tipo de tratamento realizado ou após sair do happy hour da empresa em uma sexta-feira, qualquer coisa que afete o sistema nervoso e atrase os reflexos do motorista coloca em risco a vida de todos que estejam no carro e em outros veículos. O CTB estabelece que, nesse caso, a penalidade seja a multa no valor de R$ 2.934,70 (10 vezes o valor de R$ 293,47), a suspensão do direito de dirigir por um ano e, como medida administrativa, a retenção do veículo e da CNH;
  5. Direção defensiva. O condutor defensivo é aquele que adota um procedimento preventivo no trânsito, sempre empregando cautela e civilidade. Afinal, o condutor defensivo não dirige apenas, ele está sempre atento às questões de segurança, independentemente dos fatores externos ou condições adversas. Para isso é preciso sempre manter postura pacífica, consciência de coletividade e empatia.

Para Janaína Iziquiel, diretora de marketing e comunicação da Suhai Seguradora, essa é uma das campanhas mais importantes para a companhia, que acima de tudo preza pela segurança de seus clientes em um trânsito mais harmonioso e respeitoso. “No mês de conscientização do trânsito mais seguro, nós nos empenhamos em criar uma campanha educativa e com foco no digital para impactar diretamente nosso público e relembrar da importância de uma condução tranquila e convivial com motoristas, motociclistas e pedestres”, revela a executiva.

É possível também acompanhar os posts da campanha que a Suhai Seguradora promove online em seu perfil no Instagram @suhaiseguradora.

Deixe seu comentário