Novo acesso da rodovia João Cereser para Vereador Geraldo Dias será liberado na terça, dia 10

65
Acesso Cereser
O acesso irá contribuir para uma melhora nas condições de tráfego no entroncamento entre as duas rodovias (Foto: Divulgação)

Bastante aguardado pelos motoristas, o acesso direto da rodovia João Cereser (SP-360) para a vereador Geraldo Dias (SP-332), sentido Terminal Hortolândia, em Jundiaí, será liberado na terça-feira (10/5) pela concessionária Rota das Bandeiras, empresa responsável pela administração do Corredor Dom Pedro de rodovias.

Com o avanço das obras de implantação de vias marginais, a concessionária concluiu o encaixe das novas pistas. O acesso irá contribuir para uma melhora nas condições de tráfego no entroncamento entre as duas rodovias. Até então, motorista que trafegava pela João Cereser, sentido rodovia Anhanguera, precisava acessar a pista sentido Louveira da Geraldo Dias e fazer o retorno para seguir em direção ao Terminal Hortolândia.

Também nesta terça-feira, a Rota das Bandeiras iniciará uma nova etapa das obras na altura da Ceasa, com remodelação do acesso no cruzamento das avenidas Paulo Benasse e Armando Giassetti. Não haverá fechamento total dos acessos, mas os motoristas devem ficar atentos à sinalização. Há previsão de operações Pare e Siga no local, com bloqueios momentâneos do fluxo de veículos nas próximas duas semanas. O monitoramento do trânsito na região será feito em parceria com a Unidade de Gestão de Mobilidade e Transportes (UGMT) da Prefeitura de Jundiaí.

As marginais

As obras na João Cereser têm investimentos de R$ 80 milhões por parte da concessionária e irão ampliar a capacidade de tráfego na via. Diariamente, circulam uma média de 37 mil veículos, em um trecho essencialmente urbano. A implantação das marginais entre o Mundo das Crianças e o entroncamento com a rodovia Anhanguera fará a segregação do tráfego urbano, deixando as pistas expressas para o trânsito intermunicipal. Os novos acessos também garantirão mais segurança aos motoristas. A previsão da concessionária é de que a obra seja concluída em outubro deste ano.

Para a execução da obra, é necessária a construção de 13 muros de contenção. Cinco viadutos existentes serão alargados e receberão reforço estrutural, e outros quatro serão construídos.

Deixe seu comentário