Quase 185 mil motoristas estão com a CNH vencida em São Paulo

O Detran.SP informou em nota que 184.125 condutores estão com a CNH vencida no Estado de São Paulo. De acordo com departamento, os documentos que venceram durante a pandemia, nos meses de novembro e dezembro de 2020, devem ser renovados até 30 de abril de 2022.

Os prazos para renovação da CNH foram estabelecidos pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que definiu um calendário para os condutores paulistas regularizarem o documento, conforme o mês de vencimento.

Segundo o órgão, a renovação da CNH pode ser feita de forma online pelo portal do Detran.SP, Poupatempo ou pelo aplicativo ou do Poupatempo digital (Android ou iOS).

No entanto, para realizar o serviço, a pessoa não pode ter nenhum bloqueio no prontuário como suspensão ou cassação do documento.

Se a pessoa optar por fazer o processo de forma presencial, deve ser feito agendamento no portal do Poupatempo no posto que deseja ser atendido.

Em caso de fiscalização, se o motorista não renovar o documento no prazo correto, dirigir com CNH vencida é uma infração gravíssima, de acordo com o CTB (Código de Trânsito Brasileiro). A multa para esse tipo de penalidade é de R$ 293,47, além de sete pontos na carteira.

Veja as orientações divulgadas pelo Detran.SP:

“O processo pode ser feito pelo portal do Detran.SP, Poupatempo ou pelo aplicativo do Poupatempo digital.

– Para o condutor que vai renovar as carteiras de habilitação categorias A e B, selecione a data e hora para exame médico com um profissional credenciado pelo Detran. No caso de profissionais que exercem atividade remunerada é necessário que se faça também o exame psicológico.

– Para quem precisa renovar as CNhs das categorias C, D ou E: o primeiro passo é marcar exame toxicológico em uma das clínicas credenciadas (clique aqui).

Pague a taxa de emissão do documento no valor de R$ 116,50 (que inclui o envio pelos Correios (Banco do Brasil, Bradesco, Santander e casas lotéricas).

A CNH no formato digital, que é válido em todo o país, é disponibilizada por meio do aplicativo da CDT (Carteira Digital de Trânsito), da Serpro (Empresa de Tecnologia da Informação do Governo Federal) disponível nos sistemas operacionais Android e iOS.