Azul e Latam iniciam codeshare para 64 rotas compartilhadas no Brasil

Parceria anunciada em 16 de junho também inclui acúmulo de pontos no programa de fidelidade TudoAzul e Latam Pass

48
Latam Azul
Airbus A319 LATAM Brasil (Foto: Rafael Luiz Canossa/CC BY-SA 2.0)

A Azul Linhas Aéreas e Latam Airlines Brasil acabam de iniciar o acordo de codeshare para 64 rotas domésticas no Brasil.

O compartilhamento de voos, anunciado em 16 de junho de 2020, tem por objetivo ampliar a capilaridade da malha aérea das duas companhias em rotas complementares e não sobrepostas, oferecendo aos clientes várias opções de conexões novas e mais convenientes no Brasil.

Das 35 rotas que estão à venda a partir desta quarta-feira, dia 12 de agosto, 23 serão cumpridas pela Azul enquanto 12 terão operação pelas aeronaves da Latam. Até o fim de agosto, as companhias também iniciarão as vendas de outras 29 rotas do acordo, sendo 12 operações da Azul e 17 da Latam.

Neste primeiro momento, o codeshare terá pousos e decolagens nos aeroportos de Brasília, Belo Horizonte, Recife, e Campinas, chegando, posteriormente, aos aeroportos de Porto Alegre, Curitiba e Guarulhos.

Além do compartilhamento de voos, parceria comum no setor aéreo, o acordo prevê acúmulo de pontos no programa de fidelidade TudoAzul e Latam Pass, possibilitando que 12 milhões de associados do TudoAzul e 37 milhões de membros do LATAM Pass possam acumular pontos no programa de sua escolha.

“O início desse acordo vai ajudar nosso setor a oferecer mais opções de voos, horários e destinos a nossos clientes, sendo uma solução importante para recuperarmos com mais agilidade a demanda interna afetada pela pandemia. Com a capilaridade de nossa malha, a força de nossos hubs e as conexões com os voos da Latam, tenho certeza de que construiremos juntos um codeshare que oferecerá benefícios incomparáveis para os clientes. As duas companhias aéreas têm uma história e paixão pelo atendimento ao cliente e estamos ansiosos para mostrar isso juntos”, diz Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul.

O codeshare possibilitará uma experiência de viagem mais tranquila entre os voos da Azul e Latam, com bilhetes compartilhados para check-in e despacho de bagagem.

Além disso, a parceria trará mais conveniência a quem precisa viajar pelo país. Com o acordo, um cliente poderá viajar de Campinas a Rio Branco, no Acre, com uma conexão em Brasília, movimento que não seria possível sem o codeshare.

Antes da crise do Covid-19, a Azul e a Latam Airlines Brasil atendiam um total de 137 destinos no Brasil, com 298 rotas e 1.632 partidas diárias. Em 2019, as duas companhias aéreas receberam reconhecimento por sua experiência de viagem e performance de pontualidade.

Deixe seu comentário