EMTU não deu justificativas para manter 12 linhas intermunicipais em operação na capital paulista

28
Linha 205 Linhas intermunicipais
Foto: Manoel Júnior

O secretário de Mobilidade e Transportes de São Paulo, Edson Caram, afirmou durante entrevista aos portais de mobilidade Diário do Transporte, Diário dos Trilhos e Via Trolebus que a EMTU não convenceu a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes que 12 linhas intermunicipais extintas deveriam ser mantidas.

Segundo o secretário, não poderia continuar ocorrendo a sobreposição e o ”pinga-pinga” que estavam acontecendo na capital paulista entre os ônibus intermunicipais e municipais.

“Tinha mais de 100 linhas em estudo e análise. Em relação a essas 12 linhas, a EMTU não conseguiu nenhum tipo de justificativa que fizesse com que a SPTrans e a Secretaria de Transportes concordassem que essa sobreposição existisse. A população que usava essas linhas não vai ficar desatendida, pois vai ter o transporte do município de São Paulo à disposição para isso. O que não podia era continuar essa sobreposição e o pinga-pinga que estava acontecendo dentro da cidade de São Paulo”, disse o secretário.

O Diário do Transporte procurou a EMTU para maiores esclarecimentos mas a empresa ainda não se manifestou sobre a declaração.

Por determinação da Prefeitura de São Paulo, a EMTU paralisou 12 linhas de ônibus intermunicipais no dia 26 de maio de 2020. As linhas operavam nas cidades de Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Poá, Embu-Guaçu, Taboão da Serra e Juquitiba, na Região Metropolitana de São Paulo. As linhas são 009TRO, 016, 026, 029TRO, 205, 282, 328, 344, 460, 575, 577 e 595.

Leia também

Deixe seu comentário