Com novo rodízio, capital paulista têm redução de veículos

51
Departamento de Operações do Sistema Viário
Foto: PxHere/CC0 1.0 Universal

A Companhia de Engenharia de Tráfego informou que na manhã desta terça-feira, dia 12 de maio de 2020, registrou índice de congestionamento bem abaixo do registrado na terça-feira passada.

A Prefeitura de São Paulo adotou o rodízio de placas ímpares e pares para garantir o aumento do índice de isolamento durante o período de quarentena e, assim, diminuir risco de contaminação pelo coronavírus entre a população paulistana.

Na manhã desta terça-feira, dia 12 de maio, a Companhia de Engenharia de Tráfego registrou índice de congestionamento bem abaixo do registrado na terça-feira da semana passada, dia 5 de maio. Nesta terça-feira, o pico de congestionamento foi de 2 quilômetros, entre 8h e 8h30. Na semana passada, o pico de congestionamento foi de 10 quilômetros, às 10h.

Em relação ao índice de lentidão, nesta terça-feira foi registrado pico de lentidão de 7 quilômetros, às 8h. Bem abaixo dos quilômetros km registrados no mesmo horário da terça-feira da semana passada.

Transporte coletivo

A SPTrans informou que nesta segunda-feira, dia 11 de maio, foi registrado o percentual de passageiros de 37% dos 9 milhões transportados, em média, por dia útil antes da quarentena. A frota de ônibus foi reforçada e está em 65,5% do total.

A SPTrans informou também que as equipes de campo continuam monitorando a movimentação de passageiros e fará os ajustes necessários para garantir o transporte público à população, em especial aos trabalhadores de serviços essenciais.

Leia também

Deixe seu comentário