Fachada histórica da Estação Brás da CPTM é restaurada

A fachada histórica da Estação Brás da CPTM, construída em 1867 pela São Paulo Railway durante a implantação da primeira ferrovia do Estado de São Paulo, teve a restauração concluída neste mês.

O muro de alvenaria, com três portas de madeira e duas marquises, possui 110 metros de extensão e 8,5 metros de altura e conta um pouco da história da ferrovia, que viveu seus momentos de glória no século XIX.

O trabalho de restauro começou em 2019 e foi realizado pela iniciativa privada. A CPTM fez o acompanhamento de todas as etapas da restauração, cujo projeto e obra foram contratados pela empresa privada. Os órgãos de preservação do patrimônio histórico também aprovaram o projeto de restauro.

A fachada fica na Rua Domingos Paiva e sofreu com pichações, além dos danos provocados pelo tempo. Por isso, o projeto de restauro contemplou recuperação, limpeza, remoção de pichações e recomposição dos elementos da fachada.

As duas marquises possuem estruturas de madeira, metálica e telhas de zinco, materiais bem semelhantes utilizados na Estação da Luz. Também foram feitas intervenções na calçada (nivelamento e pavimentação) e na iluminação do local.

“A antiga entrada da parada de trem ficou muito bonita. É importante valorizar a história da cidade de São Paulo, cuidando do nosso patrimônio e levando conhecimento para as futuras gerações”, afirma o presidente da CPTM, Pedro Moro.

https://www.instagram.com/p/B_QH72HJ60o/