Coronavírus: Motoristas e cobradores de ônibus acima de 60 anos serão afastados e haverá redução de frota

225
Coronavírus Ônibus Cohab Antártica
Foto: Arquivo SPTrans

O Sindmotoristas (Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo) informou neste sábado, dia 21 de março, que a partir de segunda-feira, dia 23 de março, os motoristas, cobradores e demais trabalhadores da categoria acima de 60 anos serão afastados de suas funções temporariamente, em razão da contenção do novo coronavírus.

Além disso, a partir de terça-feira, dia 24 de março, apenas 30% da frota de ônibus vai operar na capital paulista.

Leia abaixo o comunicado do sindicato na íntegra:

“A partir de segunda-feira, dia 23 de março, todos os trabalhadores acima de 60 anos estão dispensados de comparecer ao trabalho, uma vez que os mesmos encontram-se na primeira linha do grupo de risco.

A partir de terça-feira, dia 24 de março, apenas 30% da frota circulará na cidade, estes trabalhadores receberão seus salários e benefícios integralmente.

Já os trabalhadores afastados, terão 50% dos seus salários líquidos – sem qualquer desconto -, cesta básica, convênio médico e 50% do valor do Vale-Refeição.

Ainda na terça-feira, dia 24 de março, a diretoria do sindicato terá uma reunião com o prefeito Bruno Covas, para assinatura do Termo de Compromisso de todos os itens citados acima.”

“Sabemos que é uma decisão drástica, mas primeiramente precisamos proteger a vida de todos. O emprego e os direitos serão garantidos à categoria. É um cenário triste, preocupante, todos têm responsabilidades, mas a vida é uma só. É hora de entendermos a gravidade dessa pandemia de coronavírus”, afirmou o presidente do sindicato e deputado federal, Valdevan Noventa.

Deixe seu comentário