Linha 15-Prata do monotrilho segue com problemas pelo quarto dia seguido

72
Linha 15-Prata Estação Jardim Planalto Monotrilho Linha 15-Prata
Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Os transtornos para os passageiros da Linha 15-Prata do monotrilho continuam neste fim de semana. Tudo por conta de uma falha que teve início na quarta-feira, dia 1º de janeiro, causada pelo “desgaste natural” de parafusos perto de um equipamento de mudança de via na região da estação São Lucas.

O Metrô informou ao Diário do Transporte que os parafusos precisaram ser trocados e como a fixação foi feita em concreto, é necessário esperar.

“Durante a operação de quarta-feira, foram identificados alguns parafusos localizados nas proximidades de um equipamento de mudança de via que necessitavam de troca pelo desgaste natural. Como a fixação é em concreto, é necessário um tempo de ‘cura’. A decisão de não interromper a circulação de trens na quarta-feira, foi tomada para que os passageiros não ficassem totalmente sem o transporte público nos dias úteis e utilizar o final de semana para realização do reparo”, informou o Metrô.

Com isso, os trens circulam com velocidade reduzida em toda extensão e os passageiros precisam trocar de trem em alguns momentos nas estações Camilo Haddad, Vila Tolstói e Jardim Planalto. O tempo de espera para conseguir embarcar varia de 20 a 30 minutos.

Ônibus gratuitos da operação Paese foram acionados para realizar o trajeto em toda o percurso da Linha 15-Prata como opção aos passageiros. Os ônibus param em todas as estações da linha e os itinerários podem ser consultados no site da SPTrans.

As novas estações São Mateus, Fazenda da Juta e Sapopemba, inauguradas em 16 de dezembro de 2019, operam em horário de funcionamento diferenciado, das 9h às 16h, todos os dias.

Deixe seu comentário