Governo estadual promete obras da Linha 15-Prata na Cidade Tiradentes e no Ipiranga até 2022

76
Linha 15-Prata Cidade Tiradentes Monotrilho
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Durante a inauguração das três novas estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus da Linha 15-Prata realizada nesta segunda-feira, dia 16 de dezembro, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, prometeu que até dezembro de 2022, devem começar as obras de prolongamento do segundo trecho da linha entre o Jardim Colonial e a Cidade Tiradentes.

As estações que constam no projeto original no trecho entre Jardim Colonial e Hospital Cidade Tiradentes são:

  • Jequiriçá
  • Jacu-Pêssego
  • Érico Semer
  • Márcio Beck
  • Cidade Tiradentes
  • Hospital Cidade Tiradentes

“Os estudos mais aprofundados, seja da etapa da licitação, seja do início de obras, com o recurso financeiro necessário, também para podermos fazer até o fim do governo em 2022 para haja a continuidade até a Cidade Tiradentes”, disse o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

“É a determinação que nós tenhamos, com planejamento, com responsabilidade, para que possamos iniciar as obras, seguindo em direção até a Cidade Tiradentes até 2022”, concluiu o secretário.

No outro extremo da linha, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, afirmou que até dezembro de 2020 devem começar as obras de prolongamento para ligar a Linha 15-Prata (partindo da estação Vila Prudente) até a estação Ipiranga da Linha 10-Turquesa da CPTM, na Avenida Presidente Wilson.

“Nosso desejo é que consigamos anunciar em 2020 a implementação das obras”, disse o secretário.

Quando totalmente pronto, o trecho entre Ipiranga e Hospital Cidade Tiradentes deve atender a uma demanda de 600 mil passageiros por dia, ou seja, o dobro esperado para quando a linha operar em horário integral entre São Mateus e Vila Prudente que é 300 mil passageiros por dia. Quando totalmente pronta, a Linha 15-Prata contará com 26,6 quilômetros de extensão e 18 estações.

Cidade Tiradentes

Durante a inauguração da estação São Mateus, o Adamo Bazani do Diário do Transporte conversou com um grupo que fazia um abaixo assinado para o prolongamento da Linha 15-Prata até o Hospital Cidade Tiradentes.

Um dos organizadores, Ednelson Pacheco Ferreira, disse que atualmente somente as estações Guaianases da Linha 11-Coral da CPTM e Corinthians-Itaquera das linha 3-Vermelha e 11-Coral são acesso para os moradores que saem da Cidade Tiradentes com destino ao Centro de São Paulo.

“Um ônibus hoje, lá de Cidade Tiradentes, demora até a estação Guaianases da CPTM em torno de 30 minutos, e para a estação do Metrô em Itaquera ele demora de 45 minutos a uma hora”, relata Ednelson.

Ednelson Pacheco Ferreira contou que os moradores demoram cerca de uma hora no trânsito pra sair de São Mateus até a Cidade Tiradentes. O prolongamento da linha até a Cidade Tiradentes traria uma alternativa de transporte rápida para os moradores do bairro.

Leia também

Deixe seu comentário