Caminhão tomba e causa congestionamento na rodovia Fernão Dias em Mairiporã

O tombamento de um caminhão causou muito congestionamento na rodovia Fernão Dias, que liga São Paulo a Belo Horizonte, na manhã desta terça-feira, dia 15 de outubro.

Segundo a concessionária Arteris Fernão Dias, que administra a rodovia, o caminhão tombou no quilômetro 61 por volta das 5h20, em Mairiporã, no sentido de São Paulo, bloqueando duas faixas.

Segundo informações do Metro Jornal, o caminhão transportava carga de abacaxi, o motorista perdeu a direção do caminhão acabou tombando. Os abacaxis caíram na via e bloquearam o tráfego de veículos. Um VUC foi atingido e duas pessoas ficaram feridas.

A Polícia Rodoviária Federal informou que o motorista do caminhão teve ferimentos moderados e foi socorrido ao Hospital Albert Sabin, em Atibaia, o carona que estava no caminhão, teve ferimentos graves e foi socorrido ao Hospital da Universidade São Francisco, em Bragança Paulista.

Às 8h05, a concessionária informou que havia congestionamento do quilômetro 52 ao 61, na direção de São Paulo, bloqueando uma faixa da direita e o acostamento.

Um pouco antes das 8h50, todas as faixas foram liberadas no sentido de São Paulo, entretanto havia 9 quilômetros de congestionamento. Já na direção de Belo Horizonte, a faixa central e da direita estavam bloqueadas para limpeza da pista e havia 4 quilômetros de congestionamento.

Por volta das 10h, por reflexo do acidente, havia congestionamento na direção de São Paulo, entre os quilômetros 52 e 61, já na direção contrária, havia congestionamento do quilômetro 67 ao quilômetro 61.

Por volta de 11h10, havia lentidão na direção de São Paulo, entre os quilômetros 54 e 56, em Mairiporã, sem bloqueios de faixas.

Um pouco depois das 12h40, o tráfego foi normalizado na rodovia Fernão Dias.

Trânsito na Fernão Dias

Acompanhe a situação do trânsito na região de Mairiporã e outros trechos da rodovia em tempo real consultando a conta da concessionária Autopista Fernão Dias no Twitter ou através do monitoramento do Waze:

Deixe um comentário