Metrô, CPTM e EMTU veiculam campanha sobre reciclagem de óleo

301
Reciclagem de óleo
Imagem de Steve Buissinne por Pixabay

Para incentivar as pessoas a reciclarem o óleo de cozinha, as empresas da Secretaria de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo estão veiculando a campanha “Óleo pelo Futuro”, realizada pela Cicla Brasil com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento. Os cartazes sobre o tema estão fixados em estações de metrô, de trem e em terminais de ônibus metropolitanos.

A reciclagem do óleo ainda é pouco difundida no país. Por falta de informação de postos de coleta, muitas pessoas acabam lavando a louça e descartando o óleo na pia, ou em vasos sanitários, contaminando a água.

Com a campanha, a Cicla Brasil espera alertar os 10,4 milhões de passageiros transportados diariamente pelas linhas do Metrô, CPTM e EMTU sobre a importância do descarte correto do óleo vegetal.

Nos vídeos exibidos pelo circuito de televisão interno das empresas apoiadoras e nos cartazes, os passageiros são orientados a juntar todo o óleo usado em uma garrafa PET com tampa e entregar em um dos postos de recolhimento indicados no site Óleo pelo Futuro.

A campanha aborda ainda o uso do óleo reciclado na produção de biodiesel, combustível bem menos poluente do que o diesel comum, entre outros produtos. A meta é reciclar 13 milhões de litros de óleo até 2020, tarefa que já envolve 86 cooperativas e 12 centrais de beneficiamento no Estado de São Paulo.

Participam da ação Metrô, CPTM, EMTU, e as concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade, que operam, respectivamente as linhas 4-Amarela e 5-Lilás.

Sobre a Cicla Brasil

Criada para difundir formas mais eficientes de diminuir a geração de resíduos e aumentar as taxas de reciclagem, a Cicla Brasil trabalha com uma abordagem holística que integra soluções e atores e maximiza o valor financeiro dos resíduos dentro da cadeia de produção, envolvendo assim cooperativas, catadores, coletores e sociedade em prol de uma causa.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here