Cabify anuncia nova estratégia de negócios e apresenta novo Country Manager no Brasil

75
Aplicativo da Cabify
Foto: Eduardo Silva
Publicidade

A Cabify, plataforma de mobilidade urbana, vive um novo momento. Com o propósito de ser o melhor custo benefício do mercado, a empresa anuncia nesta terça-feira, dia 18 de junho, menores taxas aos motoristas parceiros, novo preço aos passageiros e mais formas de pagamento em todo o país.

O movimento estratégico vem acompanhado da meta da empresa em dobrar o seu faturamento no Brasil até o final do ano. Além disso, a Cabify apresenta seu novo Country Manager no Brasil, Pedro Meduna, e a reformulação do escritório da marca em São Paulo, que ganhou uma arquitetura mais sustentável.

Norteada pelo seu conceito de “Escolhas Inteligentes”, a empresa se posiciona como uma importante agente na construção de um modelo de mobilidade mais eficaz e sustentável para os centros urbanos, reforçando seus atributos de qualidade, segurança e responsabilidade socioambiental.

Este novo momento está alinhado com o plano da Cabify de construir uma plataforma de mobilidade como serviço (MaaS – Mobility as a Service) líder na América Latina e Europa, e de oferecer mais serviços aos motoristas parceiros, taxistas e passageiros.

Dessa forma, a Cabify reforça a integração com o aplicativo da Easy – empresa que integra o Grupo Maxi Mobility – e, em breve, a opção de utilizar patinetes elétricos por meio da Movo, startup espanhola de micro-mobilidade urbana que está chegando ao Brasil. Com novos meios de pagamento, como débito e dinheiro, a empresa consolida seu plano em se tornar uma plataforma completa, dinâmica e integrada.

“Essas mudanças refletem o objetivo da Cabify em oferecer uma escolha inteligente aos seus usuários e motoristas parceiros, oferecendo o melhor atendimento e custo benefício. Queremos dobrar a nossa operação no Brasil até o final do ano e, com a integração da Easy no aplicativo Cabify, a vinda de Movo, a ampliação nas formas de pagamento e o reajuste dos preços e taxas, estamos confiantes que iremos oferecer o serviço de mobilidade mais integrado e inteligente do país”, afirma Pedro Meduna, novo Country Manager da Cabify no Brasil.

Pedro Meduna
Pedro Meduna, novo Country Manager da Cabify no Brasil (Foto: Divulgação)

Na empresa desde 2016, o executivo liderou a integração global com a Easy e, mais recentemente, a fundação de uma fintech do grupo chamada Lana que já está em fase de piloto nos mercados do México e Chile. Agora, Pedro Meduna chega para desenvolver o negócio no Brasil, um dos mercados mais relevantes na operação da plataforma.

A ampliação dos métodos de pagamento das corridas para débito e dinheiro em todo Brasil aumenta ainda mais o leque de opções para os usuários que ainda não possuem cartão de crédito. A utilização do débito é simples, basta o usuário cadastrar o número do cartão que a cobrança será feita automaticamente, sem necessidade de maquininha ou senha.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Banco Central em 2018, o uso do cartão de débito no Brasil aumentou sua representatividade para 20% do faturamento do comércio, sobre 14% em 2013, mas os pagamentos em dinheiro seguiram na liderança, representando 50% do faturamento do comércio.

Além disso, a Cabify anuncia a abertura do pagamento em dinheiro, o “Cash”. Sendo opcional aos motoristas parceiros, é possível habilitar ou desabilitar a função, dando a eles a possibilidade de escolher sua preferência em relação ao método de pagamento, garantindo sua comodidade e segurança.

A empresa trabalhou em colaboração com as prefeituras para mapear áreas e horários de risco, restringindo, assim, a liberação desse recurso para determinados locais e horários. A opção de pagamento em dinheiro não é válida para corridas corporativas.

Buscando oferecer o melhor custo benefício do mercado, a empresa também está anunciando ajustes no valor das corridas e a mais baixa taxa paga pelos motoristas parceiros.

De maneira faseada, as mudanças já entraram em vigor em Curitiba, Santos, Campinas, Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre, respectivamente. Agora, as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro recebem as novidades, concluindo todas as cidades que atuam com carros particulares no Brasil.

Na capital paulista a diferença no valor das corridas para passageiros pode chegar a 25% (do valor antes praticado), dependendo do trânsito e horário de realização do percurso. Já a taxa paga pelos motoristas parceiros passou de 25% para 10%, em todos os horários.

No Rio de Janeiro, o custo das viagens para passageiros tiveram uma média de 23% de redução. Para os condutores, nos horários considerados de pico – segunda a sexta-feira, das 7h às 8h59 e das 17h às 18h59 a tarifa cobrada será apenas de 7% do valor da corrida. Nos demais horários a taxa paga será de 12%.

No começo do ano, o aplicativo ganhou a opção de deixar gorjetas aos motoristas pelo bom atendimento. O passageiro que avaliar o condutor com 5 estrelas tem a opção de deixar 1, 3 ou 5 reais de gratificação.

A plataforma também permite aos passageiros uma experiência Cabify personalizável. Ao solicitar sua corrida, o usuário consegue configurar no aplicativo preferências como rádio predileta, opção de ar condicionado on ou off e ainda sinalizar se está disponível para um bate papo.

Para cumprir todos esses objetivos, a empresa investirá mais de 20 milhões de dólares adicionais para dobrar sua equipe de tecnologia em São Paulo ao longo dos próximos 5 anos. Este centro de desenvolvimento estará focado em iniciativas para melhorar a segurança e a confiança de passageiros e motoristas, pagamentos em dinheiro, controle de fraude e recrutamento e treinamento de motoristas.

Segundo Sebastian Barrios, diretor de tecnologia da Cabify, “a oportunidade de ter uma equipe focada em questões regionais em um dos maiores pólos de tecnologia do mundo é única para a diferenciação da empresa. Nosso compromisso com o talento brasileiro é a longo prazo”.

Responsabilidade socioambiental

A Cabify mantém o compromisso de possuir ações dedicadas à responsabilidade socioambiental e, desde 2018, é signatária do Pacto Global da Organização das Nações Unidas, estando alinhada com Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, definidos pela organização, sendo a primeira Mobility as a Service na América Latina a compensar 100% das emissões de CO2 geradas em sua operação. O compromisso da Cabify tem um grande impacto nas atividades locais das florestas e contribui para um projeto que protege 5,3 milhões de árvores.

Buscando ampliar suas iniciativas sustentáveis a empresa projetou seu escritório no Brasil, com o propósito de criar um espaço que reflete os valores da empresa, especialmente relacionados à sustentabilidade.

Escritório da Cabify
Novo escritório da Cabify em São Paulo (Foto: Divulgação)

O projeto seguiu os padrões de sustentabilidade alinhados com os conceitos das certificações ambientais LEED, que estuda reduzir e eliminar os impactos negativos sociais, ambientais e econômicos na construção e operação das edificações, e WELL, que visa a saúde, qualidade de vida e bem-estar dos ocupantes desses edifícios.

“A revitalização do escritório refletindo nosso foco em sustentabilidade é apenas mais um passo que estamos dando nessa direção. Entendemos que atrelar a nossa marca e nossas ações a uma agenda sustentável é algo ainda novo no Brasil, mas nos orgulhamos desse movimento e já somos procurados por outras empresas para discutir alianças e fechar contratos corporativas para que estas também façam parte desse movimento”, adiciona Wellington Pereira Diretor Financeiro e de Pride & Talent, responsável pelo novo escritório.

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here