Metrô apresenta programação cultural de junho

87
Linha da Cultura Arte e Cultura Programação cultural
Foto: Rogerinho Ferradura
Publicidade

Nesse mês de junho, a Linha da Cultura do Metrô de São Paulo prepara uma série de atrações que valorizam as manifestações artísticas e o entretenimento voltados aos passageiros em um espaço de 1,7 mil metros quadrados de exposições e performances artísticas espalhados por 26 estações, diariamente.

E não faltarão datas importantes a serem celebradas no mês, como o dia do Meio Ambiente, no dia 5 de junho e o dia dos Oceanos, no dia 8 de junho. Já no dia 10 de junho é comemorado o dia de Portugal.

A alma da ilha

Na estação Clínicas da Linha 2-Verde, a cidade de Ilha Bela, no litoral de São Paulo, será homenageada. “A alma da ilha” é um conjunto de imagens do fotógrafo Lailson Santos que viveu a cultura caiçara percorrendo ilhas, trilhas e cachoeiras para entender mais dessa cidade turística e retratá-la em imagens. A obra permanece até o dia 30 de junho para visitação na estação.

O valor do mar

Em comemoração ao Dia dos Oceanos, celebrado no dia 8 de junho, a estação Luz, da Linha 1-Azul, contará com a exposição “O valor do mar“. A mostra é baseada no livro de mesmo nome dos autores Rogério Raupp Ruschel, André Panno Beirão e Miguel Marques, que também fazem toda a curadoria.

A exposição utiliza textos, fotos e vídeos para mostrar a Amazônia Azul e a importância de todas as atividades econômicas que envolvem o mar, como pesca, petróleo, transporte, entre outras. Ficará exposta até o fim do mês.

Salvem a Água Potável no Mundo!

Na estação Alto do Ipiranga, da Linha 2-Verde, a exposição “Salvem a Água Potável no Mundo!” alerta para o público a importância de preservar a água potável do planeta. Com 33 cartoons de cartunistas de vários países, a mostra tem como objetivo conscientizar com bastante humor gráfico para alertar a população. A coleção permanece até dia 30 na estação.

A Amazônia é Nossa

Com 19 obras que retratam a riqueza ambiental e cultural da Amazônia, a exposição “A Amazônia é Nossa” ficará na estação Jardim São Paulo, da Linha 1-Azul, de 5 a 30 de junho.

A mostra busca ressaltar a variedade da fauna e da flora da floresta Amazônica, além de lembrar as lendas folclóricas da região e destacar a presença dos povos indígenas e seu sofrimento com a destruição do seu habitat.

O início, o fim, o meio ambiente

O início, o fim, o meio ambiente“, é uma exposição que traduz a percepção de dois ambientes que muitas vezes não são harmônicos: o urbano e a natureza. A mostra ficará na estação Santa Cecília da Linha 3-Vermelha e conta com a memória afetiva do artista plástico Levi Ciobotariu e sua emoção que sentia quando observava as árvores no Parque da Luz e no Parque Ibirapuera durante a sua infância. A exposição ficará na estação até o fim do mês.

Devassas no paraíso

Já no Museu de Diversidade Sexual, localizado na estação República da Linha 3-Vermelha, em comemoração dos 50 anos de Stonewall, protesto que deu origem às Paradas do Orgulho Gay pelo mundo, apresenta a exposição “Devassas no paraíso”.

Com desenhos de Laerte Coutinho e Paulo Von Poser, as ilustrações ajudam a compreender a história da comunidade LGBTQ+. A exposição ficará de 8 de junho a 18 de agosto.

Portas de Portugal

A estação Sé, no centro da capital paulista, por onde passam 600 mil passageiros por dia das linhas 1-Azul e 3-Vermelha recebe, a partir do dia 10, a exposição “Portas de Portugal”, com curadoria da jornalista e apresentadora Ana Maria Braga.

As 19 imagens foram feitas pela fotógrafa paulista Catarina Machado e trazem as mais interessantes portas de residências, estabelecimentos e igrejas portuguesas como elemento representativo da cultura e costumes do povo daquele país. As fotos ficarão expostas até o fim do mês na estação.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Exposição fotográfica “Portas de Portugal” by Catarina Machado, com curadoria de Ana Maria Braga @anamaria16. Em breve na Linha da Cultura do Metrô

Uma publicação compartilhada por Catarina Machado Fotografia (@catarinamachadofotografia) em

Cristo Rei – Cristo Redentor e a cruz

Na sala Museu de Arte Sacra, que fica localizada na estação Tiradentes, da Linha 1-Azul, que é parceria do Museu de Arte Sacra com o Metrô, apresenta a exposição “Cristo Rei – Cristo Redentor e a cruz”.

Com 12 pinturas em tinta acrílica sobre madeira, a mostra traz elementos da cruz por uma visão de menos castigo e mais do sentido essencial da vida, felicidade e esperança. Para celebrar a exibição, haverá um evento de abertura dia 15 de junho, às 11h. Estará disponível para visitação do dia 16 de junho até o dia 18 de agosto.

Linha da Cultura

Conheça a programação completa da Linha da Cultura do Metrô no site do Metrô.

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here