Greve do Metrô: Metroviários decidem não paralisar as atividades nesta terça-feira, dia 5

326
Coronavírus Estação Greve do Metrô de São Paulo Feriado
Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira, dia 4 de fevereiro, os metroviários decidiram em assembleia realizada na sede do Sindicato dos Metroviários, no bairro do Tatuapé, suspender a greve do Metrô para esta terça-feira, dia 5 de fevereiro.

Com esta decisão, as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata do Metrô vão operar normalmente nesta terça-feira. As linhas 4-Amarela e 5-Lilás, que são operadas pelas concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade respectivamente, também vão operar normalmente.

Os metroviários são contra a privatização de linhas, a terceirização das bilheterias e a proposta de nova escala de trabalho fixa noturna. O sindicato ainda pede a reintegração do operador de trem Joaquim José que foi demitido no final de janeiro.

Nesta segunda-feira, na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, o Metrô havia recusado a proposta do tribunal de manter uma “cláusula de paz” com o sindicato, mas em seguida enviou uma proposta ao sindicato e categoria de negociar a reintegração do operador de trem Joaquim José, em troca os metroviários querem um aditivo do Acordo Coletivo de escala fixa noturna.

Cerca de 400 metroviários participaram da assembleia e mais de 90% dos presentes votaram pela não realização da greve do Metrô nesta terça-feira. A categoria seguirá trabalhando sem uniforme até quinta-feira, continuará fazendo uso do adesivo e o estado de greve também segue mantido.

Nesta terça-feira, haverá uma nova reunião com o Metrô para discutir todas as reinvindicações da categoria e uma nova assembleia será realizada na quinta-feira, dia 7 de fevereiro, na sede do Sindicato dos Metroviários. Caso a categoria não tenha as reivindicações atendidas, a greve do Metrô pode acontecer na sexta-feira, dia 8 de fevereiro.

Se repetida as paralisações de anos anteriores, a operação nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata será restrita a algumas estações, operadas por um plano de contingência que o Metrô montou na época, com funcionários administrativos.

O Mobilidade Sampa em conjunto com o Rede Noticiando irá acompanhar todas as manifestações por parte dos metroviários, e através de seus canais de comunicação, informar aos passageiros sobre a confirmação ou não da greve do Metrô na sexta-feira, dia 8 de fevereiro.

NOTÍCIAS

Acompanhe as últimas notícias sobre o Metrô de São Paulo, acessando a seção Metrô SP.

MOBILIDADE SAMPA

Quer ficar informado sobre tudo o que acontece na mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @mobilidadesampa no Twitter.

Siga o @mobilidadesampa no Instagram.

Fique tranquilo. Não enviamos spam, a sua privacidade será respeitada e você poderá sair facilmente quando desejar.

Deixe seu comentário