18.4 C
São Paulo
sábado, maio 18, 2024

Tarifas das linhas de ônibus da EMTU são reajustadas na Grande São Paulo

A Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos informa que a partir de 8 de janeiro de 2017 passam a vigorar os novos valores das tarifas de transporte por ônibus nas 571 linhas que operam nas quatro regiões de concessão mais a Área 5, que envolve a região do ABC e o Corredor Metropolitano ABD.

O percentual médio do reajuste leva em consideração custos como mão de obra e combustível, além das cláusulas contratuais com os consórcios.

Áreas de Concessão

O percentual médio do reajuste nas áreas de concessão leva em consideração os custos dos insumos do transporte como mão de obra e combustível, além das cláusulas contratuais com os consórcios.

Área 1 – Consórcio Intervias
Municípios: Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia
Reajuste médio: 6,65%

Área 2 – Consórcio Anhanguera
Municípios: Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha
Reajuste médio: 6,58%

Área 3 – Consórcio Internorte
Municípios: Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel
Reajuste médio: 7,18%

Em Guarulhos, as empresas que compõem a Área 3, atendem diariamente cerca de 300 mil passageiros. O município é atendido pelas empresas: Vila Galvão, Guarulhos Transportes, Viação Atual, Real Transportes e Tip Bus. As linhas mais acessadas são aqueles que tem como destino as estações de Metrô: Armênia e Tucuruvi da Linha 1-Azul e as estações Penha e Carrão da Linha 3-Vermelha.

Área 4 – Consórcio Unileste
Principais municípios: Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba Mirim, Salesópolis e Suzano
Reajuste médio: 6,64%

Área de Permissão – Municípios do ABC

O percentual médio do reajuste na Área 5 será de 6,10% e leva em consideração o custos dos insumosdo transporte como mão de obra e combustível.

Municípios: Diadema, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Corredor Metropolitano ABD – Concessionária Metra

A tarifa das 13 linhas da concessionária Metra que operam no Corredor Metropolitano ABD (São Mateus – Jabaquara) e sua extensão Diadema – São Paulo (Morumbi) passa a ser de R$ 4,30. As linhas operadas pela Metra são: 284, 284M, 285, 286, 287, 287P, 288, 288P, 289, 290, 376, 376M e 487).

A partir de 22 de janeiro de 2017, será cobrada a tarifa de integração no valor de R$ 1,00 entre as linhas dos sistemas municipal (empresas Benfica e Mobibrasil) e metropolitano com o Corredor ABD, nos Terminais Piraporinha e Diadema, cumprindo as cláusulas contratuais referentes à execução dos serviços de substituição, conservação, manutenção preventiva e corretiva da rede aérea de alimentação dos trólebus. No Terminal São Mateus a medida também passa a vigorar a partir de 22 de janeiro de 2017.

Integração nos Terminais Capão Redondo e Campo Limpo

A exemplo do que é feito nos demais terminais com integração com o sistema metroviário, a partir de 08/01/2017 passará a ser cobrada a integração nos Terminais Capão Redondo e Campo Limpo. O valor da integração entre Metrô (Linha 5-Lilás) e as 12 linhas metropolitanas que têm ponto final no Terminal Capão Redondo e as cinco linhas do Terminal Campo Limpo será de R$ 1,12. O valor atual da tarifa destas linhas intermunicipais não sofrerá reajuste.

BOM nos Trilhos

O desconto da integração entre as linhas metropolitanas e o sistema metroferroviário (CPTM e Metrô), no período de três horas, por meio do BOM nos Trilhos (Cartão Metropolitano do Transporte) será de R$ 1,50. O valor da integração Metrô/CPTM + ônibus será de R$ 2,30.

Valores por linha

Consulte aqui os novos valores das tarifas de linhas metropolitanas.

Prestação de serviço

O valor da tarifa das linhas intermunicipais não condiz com a qualidade do serviço prestado pela EMTU, reunimos relatos de diversos passageiros onde a grande maioria são unânimes em dizer: “não melhoram a qualidade do transporte, mas criar taxas e aumentar a tarifa eles fazem”.

Dentre os principais problemas estão: passageiros transportados em sucatas, veículos lotados, falta de ar condicionado e a licitação da Área 5 no ABC nunca sai, entre outros entraves.

A passageira Raquel Campos que reside em Mauá, depende das linhas 160 Mauá (Jardim Adelina) São Paulo (Terminal Sacomã) e 160EXI Mauá (Jardim Itapeva) São Caetano do Sul (Bairro Santo Antônio) da Viação EAOSA para se locomover ao seu trabalho e enfrenta problemas diários como os atrasos das linhas. O valor da tarifa de ambas as linhas aumentou para R$ 6,50.

“Incrível não ter a vergonha na cara do aumento abusivo nas passagens, mas o transporte continua a mesma porcaria de sempre. Nem preciso dizer que os lixos dos intermunicipais conhecidos como EAOSA continuam fazendo seus usuários de trouxas. Como por exemplo não passar as linhas 160 ou 160EXI nos horários que deveriam passar, por exemplo fico uma hora no ponto e nada delas apaecerem. Parabéns EMTU pela ótima forma de tratar seus usuários, será que nunca irão tomar atitude em relação ao nosso transporte público? Muito descaso! Pelo visto 2017 será igual ou pior que 2016, nada além do aumento nas tarifas. A EAOSA não ajuda, você vai chegar hiper atrasado no trabalho e a chefia acha que é má vontade”.

O passageiro Henrique Licori também relata a sua indignação dos serviços prestados pela EMTU.

“Governo do Estado de São Paulo acabou de aumentar o preço da passagem das linhas da EMTU e colocou uma taxa de integração em alguns terminais, essa taxa vai ser uma catraca entre as plataformas da EMTU e a plataforma de ônibus metropolitanos, ou uma catraca antes de entrar no metrô, custando de 1 a 2 reais, a justifica é para fazer a manutenção dos terminais. Fiz as contas por cima, eu passaria a gastar quase 60 reais por semana, sendo que eu gasto 100 reais com gasolina. Já peguei ônibus que a transmissão não funcionava (eles sempre quebravam de vez no meio do caminho, claro). Já peguei ônibus até que não tinha freio, o cara na estrada e o ônibus não tinha freio, nunca fiquei tão na mão quanto esse dia!”.

As linhas 087 Santo André (Terminal Metropolitano Santo André-Leste) São Paulo (Metrô Itaquera) e 262 Santo André (Terminal Metropolitano Santo André-Leste) São Paulo (Artur Alvim) da Viação Publix estão sempre com atrasos frequentes e no período da noite, ambas as linhas pararam de circular mais cedo, linha 087 (nos dias úteis 23:35, aos sábados 23:25 e aos domingos e feriados 22:40) e a linha 262 (nos dias úteis 23:30, aos sábados 23:20 e aos domingos e feriados 22:50).

Outros problemas relatados pelos passageiros:

“Várias linhas da Viação Imigrantes no ABC vão passar a cobrar a tarifa de R$ 6,45, porém os veículos estão velhos e quebram com frequência”.

“Ônibus da linha 300 Taboão da Serra (Jardim São Judas Tadeu) São Paulo (Pinheiros) quebram com frequência e a tarifa aumentou para R$ 4,75”.

“Aumento abusivo das linhas que tem como destino a Estação Armênia da Linha 1-Azul do Metrô, chegará um dia que a tarifa será de R$ 10,00”.

“A tarifa da linha 342 Guarulhos (Jardim Cumbica – Parque Brasília) São Paulo (Metrô Armênia) aumentou para R$ 6,60 porém o serviço continua a desejar com atrasos constantes”.

– “Péssima infraestrutura, frota, atendimento e claro pelo aumento de tarifa abusiva: linha 252 custando R$ 5,95, linha 227 custando R$ 6,60 e linha 073 custando R$ 4,45”.

“Pior é ver os ônibus da EMTU mais caros e o serviço só piora. A linha que uso 105 Guarulhos (Jardim Moreira) – São Paulo (Metrô Parada Inglesa) tem só o motorista desempenhando as duas funções. Fora que além disso, os ônibus da Vila Galvão estão em maioria velhos e vivem quebrando”.

“Nenhum ônibus da linha 303 Barueri (Parque Imperial) – Osasco (Vila Yara) está com o wi-fi funcionando”.

“Alô EMTU, para tanto aumento, quando os ônibus vão ganhar ar condicionado? Porque o que mais se vê são ônibus quebrados da viações Pirajuçara e Miracatiba”.

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Mobilidade Sampa
    Mobilidade Sampahttps://mobilidadesampa.com.br
    O Mobilidade Sampa produz conteúdo sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana. Deseja entrar em contato conosco para sugestões de pauta ou anunciar? Envie um e-mail para contato@mobilidadesampa.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    ESCREVA SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    SIGA-NOS

    6,317SeguidoresSeguir
    28,236SeguidoresSeguir
    439InscritosInscrever
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS