Passageiros reclamam da más condições dos terminais de ônibus em Jundiaí

139
Foto: Reprodução/TV TEM

Moradores de Jundiaí reclamam das condições precárias do transporte coletivo da cidade. Veículos em péssimo estado, atraso dos horários das linhas, estrutura precárias dos terminais, entre diversos problemas.

Uma equipe de reportagem da TV TEM, esteve no Terminal Cecap em junho de 2015 e a fachada estava inteiramente pichada. A equipe retornou ao terminal no mês de dezembro de 2016 e a pichação segue da mesma forma, além dos banheiros pichados e com as portas quebradas.

No Terminal Colônia, em junho de 2015, os hidrantes estavam sem mangueiras, telhado com partes enferrujadas e soltas e presença de ambulantes. A equipe de reportagem voltou ao local no mês de dezembro de 2016 e encontrou a mesma situação. No Terminal Central, os passageiros se queixam da falta de segurança, furtos são comuns.

Hidrantes estão sem mangueiras, sem ter como funcionar (Foto: Reprodução/TV TEM)

 

Os horários dos ônibus aos sábados e domingos incomoda bastante os moradores, atrasos e veículos não aparecerem tornaram-se rotina. Dentro dos veículos, bancos rasgados ou quebrados é uma cena comum de se ver.

Projetos e licitações

Referente a situação dos hidrantes, o secretário de transportes, Wilson Folgosi, disse para a reportagem da TV TEM que neste mês de janeiro haverá uma licitação para resolver a condição.

No mês de dezembro de 2016, foi assinado um contrato para reformar a estrutura do telhado do Terminal Colônia e também para reformas no Terminal da Vila Arens, ainda neste mês de janeiro os trabalhos serão iniciados. Sobre as pichações, o secretário disse que não consegue manter ordem, por falta de conscientização da população e sobre os ambulantes, pretende fazer um credenciamento das pessoas que fazem comércio nos terminais.

Banheiros estão precários e cheios de pichações (Foto: Reprodução/TV TEM)

Sobre a falta de pintura, o secretário disse que encontra dificuldades em manter em ordem neste sentido pela falta de conscientização da população. Segundo ele, a pintura foi realizada na maior parte da estrutura do terminal, porém dias depois havia novas pichações. Sobre a ação dos ambulantes, Folgosi informou que, no ano que vem, será proposta uma legislação para credenciar pessoas que fazem comércio nos terminais.

O secretário informou ainda que há um projeto em andamento junto com as empresas de ônibus para fazer uma melhor integração das linhas de ônibus e diminuir o tempo de espera nos terminais, o projeto deve ser concluído em até três meses.

Deixe seu comentário