Cidade de São Paulo é homenageada pela Linha da Cultura do Metrô

No mês de janeiro, a Linha da Cultura celebra os 463 anos de São Paulo com uma das maiores exposições já realizadas nas dependências do Metrô. São 68 fotos de mulheres paulistanas e do universo feminino na cidade. Além desta homenagem, mostras sobre o cotidiano de funcionárias da Companhia, a diversidade arquitetônica e o carnaval paulista comemoram o aniversário da metrópole.

A partir do dia 10, a Estação República do Metrô, na Linha 3-Vermelha, abriga a exposição “Respira SP 2016 – O Feminino na Cidade”. São 68 fotos, de profissionais e amadores, que foram às ruas da cidade e registraram mulheres e situações que remetem ao universo feminino da capital paulista. Entre as fotografadas estão donas de casa, moradoras de rua, empresárias e celebridades, como Anna Muylaert e Ana Paula Padrão.

Na estação Clínicas, da Linha 2-Verde, as 19 imagens da exposição “Elas do Metrô” revelam os bastidores do cotidiano de seis funcionárias da Companhia, que trabalham nas áreas de limpeza, manutenção e operação. Na versão multimídia do projeto, as metroviárias compartilham histórias e contam sobre como é a experiência de ocupar espaços majoritariamente masculinos.

A Estação Sé recebe “São Paulo, Meu Amor”, com 34 quadros de Edu das Águas. O artista, com técnica impressionista, retrata as fachadas de pontos turísticos do centro da cidade de São Paulo, como o Edifício Martinelli e a Pinacoteca, resgatando o glamour da cidade e valorizando sua história.

A Estação Paraíso é sede da exposição “São Paulo é tudo de bom, seus 463 Anos também”, com cliques dos fotógrafos Gregory Grigoragi, Ken Chu e André Stefano, que mostram a diversidade da cidade aos usuários do Metrô. São imagens de 19 lugares, entre parques, museus e igrejas, que servem como sugestões de passeios próximos às estações metroviárias.

Quem desembarcar pela Estação Tatuapé, na Linha 3-Vermelha, já sentirá o clima de Carnaval se aproximar com os 20 painéis de “Informasamba”. A mostra combina informações sobre o planejamento do carnaval paulista com fotos que retratam o glamour e a beleza da festa que tem conquistado cada vez mais a cidade.

No dia 20, sexta-feira, na Estação República, o guitarrista Tico Pereira apresenta, às 17h, um repertório de músicas instrumentais próprias, acompanhado do baixista Júlio Kniss e do baterista Felipe Freitas. O som do músico mistura rock, punk, funk e improvisação. Seu primeiro trabalho instrumental foi lançado em 2015, com covers dos artistas Michael Jackson, Offspring e Charlie Brown Jr.

A partir do dia 25, a sala de exposição fixa do Museu de Arte Sacra na Estação Tiradentes, na Linha 1-Azul, abriga a exposição “Filhos de Deus”. As 22 fotografias de Daniel Taveira registram pessoas de diversas nacionalidades, idades e classe sociais, com o objetivo de mostrar, segundo o fotógrafo, que mesmo diante de todas as diferenças “somos todos filhos de Deus”.

Para conhecer a programação completa da Linha da Cultura do Metrô, acesse o link http://www.metro.sp.gov.br/cultura/linha-cultura/programacao.aspx

Deixe um comentário