Motoristas e cobradores de ônibus encerram greve no ABC paulista

189
Foto: Reprodução/Rádio Band News FM

Funcionários da EAOSA (Empresa Auto Ônibus Santo André) e da Viação Ribeirão Pires, que oferecem transporte público intermunicipal no ABC paulista, encerraram a greve após três dias de paralisação.

Os motoristas da Viação Triângulo fizeram uma paralisação com início na tarde desta quarta-feira (5), mas também voltaram às atividade nesta quinta-feira.

Na quarta-feira (5), a administração mostrou vontade de um acordo e informou que havia depositado o valor referente a (PLR) participação nos lucros e resultados, e agendado o valor do vale alimentação para sexta-feira (07/10). “Além disso, o pagamento do salário tem que ser depositado até a próxima terça-feira (11/10)”, disse o diretor da subsede de Mauá do Sintetra (Sindicato dos Rodoviários do ABCD), Edilson Leite de Brito.

Ao todo, 14 linhas de ônibus ficaram paradas e cerca de 22 mil passageiros foram prejudicados pela paralisação dos serviços das empresas. A EAOSA oferece o trajeto de Mauá a São Paulo, passando por Santo André e São Caetano do Sul, e a Viação Ribeirão Pires faz o trajeto de Ribeirão Pires para a capital paulista.

Nos últimos três meses, funcionários da empresa EAOSA fizeram diversas greves por falta de pagamento. A administração das duas empresas havia informado que “passava por sérias dificuldades financeiras desde 2015, após a concessão de benefícios de gratuidade a estudantes e idosos, mediante repasse do governo estadual, o que ainda não ocorreu, estando pendentes desde janeiro de 2016”.

EMTU nega as acusações e disse não ter pendências financeiras com as empresas.

* Atualização: 11h45

Deixe seu comentário