Geraldo Alckmin visita canteiro de obras da Estação Jardim Planalto da Linha 15-Prata

752
Foto: A2img/Alexandre Carvalho

Nesta terça-feira, dia 25 de outubro, o governador Geraldo Alckmin vistoriou as obras da futura Estação Jardim Planalto da Linha 15-Prata do Monotrilho e também aproveitou para anunciar a ampliação do horário de funcionamento dos trens entre as estações Vila Prudente e Oratório, que passam a operar nesta quarta-feira (26) entre às 4h40 e meia-noite.

Quando estiver totalmente concluída, a Linha-15 Prata do Metrô, primeiro monotrilho de alta capacidade de transporte do Brasil, irá conectar às regiões Leste e Sudeste à toda rede de trilhos de São Paulo.

Foto: A2img/Alexandre Carvalho
Foto: A2img/Alexandre Carvalho

Geraldo Alckmin comentou a importância da linha para a região e seus moradores. “A Linha 15 é uma linha estratégica porque vai ligar São Mateus, onde começa o corredor ABD, passando pela região do ABC, até o Jabaquara”, disse o governador. “Também contribui com o desenvolvimento da região. Com um transporte de alta qualidade, como o da linha 15, vamos ter um grande desenvolvimento, atrair empresas e melhorar a qualidade de vida”, acrescentou Geraldo Alckmin.

A Estação Jardim Planalto em construção fica sobre o canteiro central da Avenida Sapopemba, na altura do nº 9.900, a uma altura de cerca dez metros. Com 80% da obra concluída, terá mais de 7.700 metros quadrados de área e estará apoiada sobre uma estrutura leve, integrada à paisagem da região.

O acesso será feito por nove escadas rolantes e três fixas. Haverá ainda três elevadores. As portas das plataformas dos trens serão automáticas e a estação contará com duas bilheterias blindadas e dois bicicletários, um em cada acesso.

Os trens vão operar de modo totalmente automático e trafegar a uma altura de 15 metros. As composições, com sete carros, transportarão até mil passageiros por viagem.

O governador destacou ainda a geração de empregos provocada pelas obras do metrô: “Só nesta obra, temos 2.090 colaboradores diretos. Veja como a construção civil é importante do ponto de vista do emprego. Ao todo, a Secretaria de Transportes Metropolitanos, só em obras do metrô, emprega 8.578 pessoas nas linhas 8, 9, 11 e 13. Na EMTU são 885 trabalhadores ocupados especialmente nos corredores de ônibus e no VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) da Baixada Santista”.

O primeiro trecho da Linha 15-Prata, concluído em 2014, tem 2,3 km e compreende a distância entre as estações Vila Prudente e Oratório.

O trecho permite a integração gratuita com a Linha 2-Verde e, dessa forma, o acesso a uma rede de 339 km de trilhos, em 22 municípios, por uma única tarifa. Já foram transportadas 3,9 milhões de pessoas desde a entrega do trajeto.

O segundo trecho que deverá ser entregue no primeiro semestre de 2018 inclui 13 quilômetros de vias elevadas e oito estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus.

Foto: A2img/Alexandre Carvalho
Foto: A2img/Alexandre Carvalho
Foto: A2img/Alexandre Carvalho
Foto: A2img/Alexandre Carvalho
Foto: A2img/Alexandre Carvalho
Foto: A2img/Alexandre Carvalho

Deixe seu comentário