Observatório cria peças para reforçar atitudes seguras no trânsito

Iniciativa faz parte das ações voltadas à Semana Nacional do Trânsito; material pode ser baixado e reproduzido gratuitamente em qualquer mídia ou veículo

108

O Observatório Nacional de Segurança Viária, como uma das ações voltadas à Semana Nacional de Trânsito, criou nove peças publicitárias que reforçam a necessidade da convivência harmônica, gentil e respeitosa que devem estar presentes nos deslocamentos diários de todos nós. Ou seja, pelo cumprimento das leis, regras e determinações relativas à segurança no trânsito, podemos sim, reduzir a violência, o número de mortos e também de feridos. O material é disponibilizado gratuitamente aos interessados em reproduzi-lo. Para isso basta clicar aqui e baixá-las.

Baseadas nas principais causas de acidentes e desenvolvidas pela equipe de criação do Observatório, as peças alertam para o não uso do celular ao volante; para os riscos da combinação álcool/direção; para a necessidade de uso do cinto de segurança; de cadeirinha apropriada para crianças; para o respeito e a crença nas regras de trânsito e aos limites de velocidade.

Reforçam, além disso, a necessidade do uso de equipamentos de segurança pelos motociclistas e, ainda, para a necessidade de motoristas e motociclistas manter uma distância segura com relação aos ciclistas (um metro e meio) que dividem ruas e avenidas com os veículos motorizados. Lembra, também, que todos somos pedestres em algum momento. São orientações que colaboram para a diminuição concreta do número de acidentes nas vias e rodovias do país.

A Semana Nacional de Trânsito é determinada pelo Código de Trânsito Brasileiro e acontece todos os anos de 18 a 25 de setembro. Esse ano, o tema determinado pelo Conselho Nacional de Trânsito é “Década Mundial de Ações para a Segurança no trânsito – 2011/2020 #Eusou+1por1trânsitomais seguro!” inspirado no “#Eusou+1 por um trânsito mais humano”, que alavancou a edição de 2016 do Movimento Maio Amarelo, coordenada pelo Observatório, que tem como finalidade a busca pela mudança do comportamento de todos que transitam.

Segundo dados do DataSUS, do Ministério da Saúde, perderam a vida em acidentes de trânsito no Brasil em 2014, cerca de 44 mil pessoas. Sem contar que, em função de acidentes, um contingente expressivo de pessoas passa a conviver com sequelas irreversíveis. Em média, cerca de 60% dos leitos hospitalares disponibilizados no Brasil hoje estão ocupados por vítimas de traumas causados pelo trânsito.

Para José Aurélio Ramalho, diretor-presidente do Observatório, a prevenção é a maior arma que temo para reverter esse quadro, e ressalta ainda que, nenhuma morte em acidente de trânsito é aceitável, portanto cada um deve fazer sua parte para um país seguro em matéria de trânsito.

FAÇA O DOWNLOAD GRATUITO DAS PEÇAS CLICANDO AQUI!

Deixe seu comentário