Linha 412 Embu das Artes – Terminal Rodoviário Tietê deixa de transportar passageiros em pé

10934
Linha 412
Foto: Leandro Matos

Algo que nunca deveria ocorrer, mas ocorre, está deixando de acontecer esta semana. Os motoristas da linha seletiva 412 Embu das Artes (Parque Pirajussara) – São Paulo (Terminal Rodoviário Tietê), foram “orientados” pela Viação Pirajuçara, empresa que opera a linha, desde a última segunda feira, dia 12 de setembro, a não permitir mais a viagem de passageiros em pé, segundo apurou o blog Linhas Metropolitanas.

Na prática, quando todas as poltronas são ocupadas (os veículos seletivos da empresa possuem 47 lugares), ao longo do trajeto, o motorista deixa de embarcar passageiros nas paradas. Ao menos alguns deles param o coletivo ao ver um passageiro solicitando parada e explicam para eles a orientação que receberam.

Nas linhas seletivas, por lei (Artigo 55, Inciso I, Alínea J, do decreto 24.675, de 30 de janeiro de 1986), é vedado o transporte de passageiros em pé. Mesmo com a proibição, diversos passageiros já relataram esse tipo de ocorrência em diversas linhas seletivas, como na própria 412, 280BI (Cidade Universitária – São Bernardo do Campo), 308 (Barra Funda – Cotia) e 278 (Osasco – Guarulhos). A EMTU diz que realiza fiscalizações e aplica multas às empresas pra coibir esta prática.

As linhas seletivas operam com veículos rodoviários – dotados de bagageiro externo – ou veículos Intercity, que são ônibus urbanos mas com carroceria adaptada à de um veículo rodoviário, contanto com apenas uma porta, poltronas reclináveis e bagageiro interno.

Horários e itinerários da linha 412

Para consultar os horários e itinerários da linha 412, consulte a seção Itinerários e Tarifas no site da EMTU, digitando o número ou denominação da linha. Outra alternativa é consultar no aplicativo da EMTU, disponível para iOS e Android.

Planejando sua viagem?

  • Você está planejando a sua próxima viagem? No Passagens Promo, você encontrará as melhores tarifas promocionais, dicas de viagem e informações sobre o destino.

Deixe seu comentário