Dados revelam que falta de atenção no trânsito pode matar

83
Operação Estrada
Foto: Levi Bianco/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo

Respeito, prudência e atenção são atitudes capazes de poupar milhares de vidas no trânsito, ainda mais no atual cenário nacional, que exige da sociedade profunda reflexão sobre hábitos e comportamentos à frente do volante e ao circular a pé pelas ruas. Um estudo feito pelo Governo de São Paulo retrata bem a realidade em termos de segurança nas estradas: 94% das mortes no trânsito no estado acontecem por falha humana.

A conclusão assusta, mas é um dado importante para que todos analisem que a segurança no trânsito depende das próprias ações e cuidados, como maior cautela ao dirigir ou até mesmo atravessar uma rua. A revista norte-americana Proceeding of the National Academy of Sciences constatou recentemente que 68% das ocorrências no trânsito acontecem justamente pela falta de atenção, já que em mais da metade do tempo os condutores estão envolvidos em outras atividades que afetam a concentração.

A mobilização em mudar essa triste constatação deve ser de todos, individualmente e como nação. O estado de São Paulo, por exemplo, criou há um ano o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito para ajudar o estado a reduzir pela metade o número de acidentes até 2020. Para isso, o governo deve investir R$ 22 milhões em segurança viária, ampliando convênios com municípios.

Só na capital paulista, as multas que mais foram aplicadas no primeiro semestre de 2015 demonstram o quanto a falta de atenção e a imprudência precisam ser reavaliadas pelos brasileiros: dirigir em alta velocidade foi o erro mais cometido, com cerca de 1,46 milhão de penalizações; avanço do sinal vermelho ficou em sexto lugar, com cerca de 87 mil multas; e parar em cima da faixa de pedestre provocou cerca de 30 mil penas.

Pelas tantas vítimas que o trânsito faz diariamente, é preciso se questionar: vale mesmo a pena dar mais atenção ao celular, a mensagens e a brincadeiras que exigem mais do condutor do que prestar atenção no trânsito e preservar a vida? Vamos levar atitudes mais conscientes para as ruas e ser a mudança que o trânsito precisa!

Fonte: Blog Viver Seguro no Trânsito

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here