Minhocão perde nome de militar e passa a ser Elevado João Goulart

221
Minhocão
Foto: Divulgação

Antes Elevado Costa e Silva, o Minhocão agora se chama Presidente João Goulart. A mudança foi sancionada nesta segunda-feira, 25, pelo prefeito Fernando Haddad e faz parte do programa Ruas de Memória, que pretende alterar o nome de mais de 40 ruas, pontes, praças e viadutos de São Paulo relacionados à ditadura militar (1964-1985). Outra avenida no Grajaú, no extremo da zona sul, também teve a mudança decretada.

O Minhocão era batizado em homenagem ao Marechal Arthur da Costa e Silva, presidente de 1967 a 1969, período conhecido como “anos de chumbo”, por causa do AI-5, o mais radical dos atos institucionais. Já o outro local com nome alterado foi a Avenida General Golbery do Couto e Silva, que chefiou o Serviço Nacional de Informações. Ela passa a se chamar Avenida Giuseppe Benito Pegoraro, padre que atuou no Grajaú.

“Quis o destino que esperássemos todo esse tempo para começar a passar em revista nossa história, deixando de homenagear pessoas que atentaram contra liberdades individuais, direitos políticos e direitos civis, no momento em que a democracia demonstra sinais de fragilidade no nosso País”, afirmou Fernando Haddad.

Fernando Haddad disse ainda que o evento o fazia lembrar do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, chefe do Doi-Codi de São Paulo, um centro de tortura do regime militar, morto no ano passado. “Acho que essa é uma resposta à altura a todas as atrocidades que ele e seus comparsas cometeram contra a liberdade de expressão, de opinião e contra a democracia”, afirmou.

Fonte: O Estado de São Paulo

Deixe seu comentário