Em tarde de muita chuva e frio, público participou ativamente da 1ª Arena de Inovação

85
Foto: Adesampa

A 1ª Arena de Inovação, iniciativa da Adesampa (Agência São Paulo de Desenvolvimento), apresentou uma sinergia entre palestrantes e visitantes. Num dia frio e chuvoso, o evento, realizado das 14h às 22h30, recebeu público na sua maioria jovem e ligado em tecnologia, das 14h às 22h30. Esse pessoal lotou os painéis temáticos que aconteciam simultaneamente (um ao lado do outro), além de pitchs (apresentações relâmpagos) de projetos aprovado do VaiTec (Programa de Valorização de Iniciativas Tecnológicas).

“Este tipo de encontro é uma oportunidade para reunir as inovações das esferas públicas, privada e acadêmica em torno do tema tecnologia e empreendedorismo, além de ser um momento para networking”, disse o palestrante Ezequiel Kwasnicki, arquiteto de soluções da IBM Brasil.

Entre os projetos selecionadas pelo VaiTec e apresentados ao público, os temas eram diversificados, como mobilidade urbana, meio ambiente, empreendedorismo, saúde, alimentação e entretenimento.

A cicloativista e geógrafa Bluma de Bona, 27 anos, e o designer Felipe de Souza, 28 anos, apresentaram o projeto Rumo, uma plataforma de mapeamento da cidade de São Paulo para quem anda de bicicleta. “Com o nosso aplicativo o cliclista pode consultar os melhores e piores locais para percursos, além de pontos seguros e perigosos”, explicou Bluma, que usa a bike como meio de transporte e sentiu na pele essa necessidade.

Já a oceanógrafa Adriana Lippi, 29 anos, desenvolveu o aplicativo SP Árvores, em que o cidadão pode indicar árvores em situação de risco em toda a cidade. “A ideia é que a Prefeitura consiga visualizar esse mapa da cidade em um site e agir de forma planejada”, explicou Adriana, que está em negociação com a Secretaria do Verde e Meio Ambiente da cidade para fazer uma parceria.

Entre o público, o ex-senador Eduardo Suplicy se mostrou animado com as inovações tecnológicas. Entre um painel e uma pitch de startup do VaiTec, ele declarou que gostaria de assistir a todas as apresentações. “As novas tecnologias podem ajudar muito a cidade”, disse.

Outra visitante, Patricia Weber, participou do começo ao fim do evento e destacou uma das palestras que, segundo ela, ajudará muito na startup que está desenvolvendo. “Anotei tudo e vou colocar em prática”, comemorou.

O designer Renan Serrano destacou a pluralidade dos temas dos painéis. “Não consegui assistir a todos, então escolhi os que mais podem me ajudar na minha área. É uma oportunidade de aprofundar conteúdos”, comentou.

Fonte: Adesampa

Deixe seu comentário