Motoristas de ônibus podem fechar terminais em São Paulo nesta quarta (18)

92
Terminal Pinheiros (Foto: NILTON FUKUDA/ESTADÃO)

Terminou sem acordo na manhã desta terça-feira (17/5), a reunião entre o SPUrbanuss, que é o sindicato que representa as empresas de ônibus na capital paulista, e o Sindmotoristas, sindicato dos motoristas, cobradores e demais trabalhadores no sistema de transporte urbano.

O presidente do Sindmotoristas, Valdevan Noventa, afirmou que na tarde de hoje deve ser realizada plenária, na qual a categoria vai decidir se deve realizar manifestações nesta quarta-feira (18/5). Terminais podem ser fechados e os ônibus parados nas ruas e corredores.

O Sindmotoristas reivindica aumento salarial real de 5% mais a recomposição da inflação, Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de R$ 2.000,00 e vale-refeição diário de R$ 25,00.

O SPUrbanuss ofereceu reajuste de 2,31% nos salários e no vale-refeição. Segundo Valdevan Noventa, o SPUrbanuss disse que um aumento maior e a manutenção do convênio médico só seriam possíveis após a categoria aceitar o fim dos cobradores, o que foi rejeitado pelo sindicato.

O SPUrbanuss confirmou o índice de reajuste 2,31% proposto e afirmou que diante da situação financeira do sistema de transportes da cidade de São Paulo este é o índice possível atualmente.

Também existe uma negociação entre trabalhadores, empresários de ônibus e a Prefeitura de São Paulo em relação aos repasses referentes às gratuidades e também ao reajuste da tarifa de remuneração para as empresas de ônibus.

As viações disseram que constantemente a Prefeitura de São Paulo vem atrasando estes repasses e que não havia sinalizado sobre o índice de reajuste dessas planilhas, que deve ser anual e aplicado no mês de maio.

A Prefeitura de São Paulo nega atrasos constantes dizendo que se houve algum problema foram situações pontuais.

* Com informações do Blog Ponto de Ônibus

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here