Trens da Linha 6-Laranja circularão sem condutor a bordo

904
Foto: Reprodução

A Concessionária Move São Paulo já trabalha no desenvolvimento de tecnologia para operação da Linha 6-Laranja do metrô. Essa linha vai ligar a região noroeste da cidade ao centro (Brasilândia-São Joaquim) e proporcionará uma economia significativa de tempo de deslocamento aos moradores da região. Para isso, uma das ferramentas definidas para controlar os trens será a Communications Based Train Control (CBTC). O nome é complicado, mas o que ela faz é bem simples de entender: os trens circularão sem condutor a bordo.

Um dos principais benefícios do CBTC é a segurança da operação dos trens. Outro benefício que a tecnologia permite é a redução do intervalo entre os trens (headway). Quando estiver operando em sua capacidade total, o headway da linha 6-Laranja pode atingir a capacidade de 75 segundos, marca inédita no Brasil.

Sobre a Concessionária

A Concessionária Move São Paulo é a empresa responsável pela construção, operação e manutenção da Linha 6, que ligará a região noroeste da cidade ao centro (Brasilândia-São Joaquim). Com 15 estações e 15,3 km, a nova linha vai transportar mais de 633 mil pessoas por dia e criará mais pontos de integração na rede metroferroviária e facilitará o acesso às diferentes oportunidades que a cidade oferece nas áreas de lazer, cultura, educação e trabalho.

Sobre o Consórcio Construtor

Contratado pela Concessionária Move São Paulo, o consórcio Expresso Linha 6 é responsável pela construção da Linha 6-Laranja de metrô é formado pelas construtoras Norberto Odebrecht, Queiroz Galvão e Constran.

Deixe seu comentário