Rodovias de São Paulo devem receber mais de 3,6 milhões de veículos no feriado de Páscoa

Pelo menos 3,6 milhões de carros irão transitar pelas principais rodovias que ligam a capital a outras regiões do Estado de São Paulo durante o feriado prolongado da Semana Santa. O movimento maior será da capital para o interior.

Somente pelas rodovias estaduais sob concessão devem passar 1,8 milhão de veículos, segundo a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) prevê 1,13 milhão de carros nas demais rodovias estaduais. Outros 685 mil veículos seguem por rotas federais.

O tráfego aumenta a partir das 14 horas desta quinta-feira, 24, e segue intenso durante toda a manhã da Sexta-Feira Santa, 25.

Confira os horários de maior movimento nas principais rodovias:

Anhanguera e Bandeirantes

A concessionária Autoban espera a circulação de aproximadamente 670 mil veículos entre a quinta-feira (24) e o domingo (27). Os horários de pico estão previstos para das 15h às 20h de quinta; 9h ás 13h de sexta (25); e 12h ás 21h de domingo.

Na sexta-feira (25) e no domingo (27), das 14h às 22h, os caminhões que se destinam à Capital pela Rodovia dos Bandeirantes devem utilizar a Via Anhanguera no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, pela saída 48 da Bandeirantes.

Anchieta e Imigrantes

Entre 250 mil e 305 mil veículos devem passar pelo sistema entre a quarta-feira (23) e o domingo (27), prevê a concessionária Ecovias. No sentido Litoral, o tráfego deve ser mais intenso já na quinta-feira (24), de tarde, quando será implantada a Operação Descida.

Durante a operação, que fica em vigor até as 12h59 de sexta (26), apenas no trecho entre os km 40 e km 55 da Anchieta e entre o km 40 e km 57 da Imigrantes, os veículos que forem ao litoral paulista contarão com duas pistas da Anchieta e a pista sul da rodovia dos Imigrantes para seguir viagem. A ida a capital será feita somente pela pista norte da Imigrantes.

Na volta do feriado, o fluxo de veículos deve se intensificar no domingo (27), a partir das 9h. No horário, entra em vigor a Operação Subida, com a ida à capital sendo feita pelas duas pistas da Imigrantes e pista norte da Anchieta. Descida acontece apenas pela pista sul da rodovia.

Castelo Branco e Raposo Tavares

Aproximadamente 515 mil veículos devem circular pelos dois sentidos do Sistema Castelo-Raposo. O aumento no tráfego deve acontecer a partir das 14h desta quinta-feira, com movimento intenso até às 22h. Na sexta-feira, o tráfego deve ser intenso entre 7h e 13h.

Já na volta para casa os horários de maior movimento devem acontecer no domingo das 12 às 23h.

O tráfego de caminhões estará proibido na rodovia na sexta-feira (25) e no domingo (27), entra as 14h e 1h.

Ayrton Senna e Carvalho Pinto

A concessionária Ecopistas estima que 830 a 858 mil veículos passem pelo sistema de 24 a 27 de março. A previsão é que o tráfego se intensifique das 14h ás 20h da quinta-feira (24) e entre 7h e 12h de sexta-feira (25). Na volta, o trânsito deve ser mais intenso entre 11h e 21h de domingo (27).

Nos períodos de maior movimento no sentido litoral e interior, a Ecopistas poderá implantar a Operação Faixa Reversível, na qual os condutores que se dirigem a Campos do Jordão e ao sul de Minas Gerais terão uma faixa exclusiva para trafegar, entre o km 128 e o km 130 da rodovia Carvalho Pinto. A faixa da esquerda da pista que opera em direção a São Paulo terá seu sentido invertido e servirá como mais uma opção aos motoristas.

Régis Bittencourt

A concessionária Autopista Régis Bittencourt terá operação especial do meio-dia desta quinta-feira (24) à meia-noite de domingo (27) para receber o aumento de 5% no tráfego de veículos esperado pela concessionária.

Os horários de maior movimento estão previstos para acontecer das 16h às 22h de quinta e das 5h às 14h de sexta-feira (25). Na volta à capital, o trânsito deve ser maior das 15h às 22h de domingo.

Dutra

Em torno de 275 mil veículos devem tomar a via entre a quinta-feira (24) e meia-noite de sexta-feira (25), segundo a concessionária CCR Nova Dutra. No trecho paulista da rodovia, o tráfego deverá ficar intenso entre 16h e 20h de quinta-feira (24) e entre 7h e 13h de sexta-feira (25). No retorno, o tráfego deve ser maior no domingo (27), das 16h às 20h.

Tamoios

A operação na Tamoios receberá reforço operacional para atender os 130 mil veículos previstos. A operação especial começa nesta quinta-feira (24), a partir das 13h, com a implantação de uma faixa adicional, sinalizada por balizadores, para a pista de descida no trecho de Serra (do km 68 ao km 81).

A concessionária que administra a rodovia prevê aumento no fluxo de veículos entre 14h e 20h de quinta-feira e entre 7h e 14h da sexta-feira. Para o retorno do feriado, o pico do trânsito deve ocorrer entre 12h e 22h de domingo.

Rodovias operadas pelo DER

Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055); Rodovia Manoel Hyppolito Rego (Rio-Santos) (SP-055); Rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro (Mogi-Bertioga) (SP-098); Rodovia Oswaldo Cruz (SP-125); Rodovia Raposo Tavares (SP-270); Rodovia Floriano Rodrigues (SP-123).

A Operação Páscoa 2016 terá início a partir das 12h desta quinta-feira (24) e será realizada até às 24h do domingo (27). A expectativa é de que mais de 1,13 milhão de veículos sigam viagem pelas rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Dos 1,13 milhão de veículos esperados, mais de 449 mil carros deverão utilizar as vias de acesso ao Litoral Paulista. No sentido do Interior e Oeste Paulista é previsto movimento superior a 687 mil veículos.

Os horários de maior movimentação estão previstos entre às 7h de quinta-feira às 2h da sexta-feira. Ainda na sexta, o tráfego volta a crescer a partir das 7h permanecendo até às 20h. No sábado, o movimento permanece intenso durante todo o dia, desde a madrugada até à noite.

No retorno, a partir das 9h do domingo, a expectativa é de muito movimento das 9h às 23h.

Interior

A Polícia Militar Rodoviária alerta para o risco de chuvas e neblina. O motorista que for seguir para a região de Botucatu, deve evitar a rodovia Marechal Rondon, totalmente interditada para obras de contenção de um deslizamento na serra, entre Conchas e Botucatu. A opção é a rodovia Castelo Branco. Quem já estiver na Rondon, deve pegar o acesso pela SP-143, em Pereiras.

No interior, outras quatro rodovias estaduais afetadas pelas chuvas estão interditadas para obras. A Comendador Américo Emílio Romi (SP-306) está fechada no km 10, em Santa Bárbara d’Oeste. Em Araçatuba, não há passagem pela Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463). A Rodovia dos Tropeiros (SP-68), está bloqueada em Cachoeira Paulista. Já a Vito Ardito (SP-62) tem interdição total em Caçapava.

Deixe um comentário