Chuva forte causa alagamento e transtorno em Guarulhos

1201
Foto: Karoline Guillem

A Avenida Brigadeiro Faria Lima, na altura do nº 568, região do Bom Clima, voltou a ficar alagada por volta das 17h30, após cinco minutos de chuva mais forte. A via não chegou a ficar interditada, mas os veículos precisaram entrar na água para seguir o caminho.

Jamil João Zarif alaga e veículos ficam ilhados

A Avenida Jamil João Zarif, principal via de ligação entre as regiões do Taboão e São João, ficou completamente alagada no final da tarde desta quarta. Para piorar a situação, o farol que deveria informar sobre alagamentos não funcionou, deixando muitos motoristas entrarem na avenida mesmo depois que ela já estava alagada e, por isso, ficaram ilhados no local. Muitas pessoas também ficaram ilhadas em pontos de ônibus sem ter para onde ir. No interior dos coletivos, parados nos congestionamentos, os passageiros foram obrigados a esperar a água baixar.

O alagamento se estendeu por toda a avenida até a chegada a Escola Estadual Brigadeiro Haroldo Veloso, onde muitas crianças aguardaram a água baixar para poder sair do local.

Rodovia Ayrton Senna tem congestionamento na região do Santo Afonso

Alagamentos no Jardim Santo Afonso, região dos Pimentas, causaram um longo congestionamento na Rodovia Ayrton Senna, no sentido São Paulo. Os acessos à rodovia ficaram travados no início da noite desta quarta.

Foto: Guarulhos Web

Terminal Pimentas também é atingido por alagamentos

O Terminal dos Pimentas também ficou completamente alagado com as chuvas da tarde desta quarta. As ruas próximas, como a Avenida Juscelino Kubistcheck de Oliveira e a Estrada do Caminho Velho, por onde passa um córrego, ficaram completamente alagadas. Os ônibus tiveram dificuldades para entrar e sair do terminal.

Foto: Guarulhos Web

Moradores do Jardim São João gastam até 4 horas para voltar para casa

Os alagamentos da Avenida João Jamil Zarif e da Rua Bela Vista do Paraíso, as duas principais vias de ligação para a região do Jardim São João, no final da tarde desta quarta, fizeram com que muitos moradores de diversos bairros levassem de três até quatro horas para conseguir chegarem em suas casas. Os ônibus chegaram a enfrentar mais de três quilômetros de congestionamento, já que a água do córrego Baquirivu, que voltou a transbordar, demorou mais de cinco horas para baixar.

* Com informações do portal Guarulhos Web

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here