Corredor de ônibus da Berrini será entregue incompleto e com atraso

Inicialmente, previsão é que obra seria entregue em maio deste ano. Dos 3,3 km de extensão, 400 m não serão entregues por causa de postes.

104
Corredor Berrini
Foto: Adamo Bazani

O corredor de ônibus da Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, na Zona Sul de São Paulo, será inaugurado na próxima segunda-feira (28). A obra, que inclui uma ciclovia no canteiro central da pista, passa a funcionar com sete meses de atraso e incompleta.

O secretário municipal de Infraestrutura Urbana (Siurb), Roberto Garibe, informou que o corredor seria entregue na última segunda (21). No entanto, após a data, funcionários ainda trabalhavam na conclusão da via exclusiva.

O corredor terá 3,3 km de extensão, mas 400 metros não foram concluídos. Segundo a SPTrans, postes na via devem ser retirados para a finalização da obra.

Ao todo, 94 mil passageiros passam por dia na Avenida Berrini. São 72 ônibus circulando por hora na via.

Durante o período de obras, era comum ver diversos veículos trafegando pelo corredor, inclusive carros de passeio. Não há informações de quando as multas passarão a ser aplicadas aos motoristas infratores.

As obras começaram em novembro de 2013, mas pararam no ano passado pela falta de um plano da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para desviar o trânsito. Uma nova placa chegou a ser colocada ao lado das obras indicando prazo de entrega para setembro, o que não foi cumprido.

A obra travou completamente o trânsito na via no começo do ano, especialmente no pico da manhã e no pico da tarde, no sentido bairro.

Segundo a Prefeitura, o motivo para o segundo atraso foi o ajuste fiscal do governo federal. A liberação de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que banca a obra, ficou mais lenta.

Fonte: G1

Deixe seu comentário