Transporte público e pedestres são as prioridades

Tatto lembrou que, hoje, o carro ocupa 80% do espaço nas ruas, enquanto que os restantes 20% são destinados ao pedestre e ao transporte público e de carga. “É necessário qualificar o espaço público, arrumando as praças, incentivando os artistas de rua e, principalmente, privilegiar o transporte público por meio de modais que garantam uma maior flexibilidade para o pedestre”, afirmou.

O evento é organizado pela Associação Nacional de Transporte Público (ANTP), e está acontecendo pela primeira vez no Brasil, de hoje até 28 de novembro, no Instituto Tomie Ohtake.

O tema central do encontro é a humanização das cidades e as iniciativas, políticas públicas e estudos que estão invertendo a lógica dos espaços urbanos ao promover espaços mais caminháveis.

Deixe um comentário